.: Destaque:

Pesquisadores da UFPB descrevem aminoácidos como alimentos funcionais

Isso mesmo. Pesquisadores da Universidade Federal da Paraíba (UFPB) desafiaram a utilidade nutricional dos aminoácidos para poedeiras e chegaram à conclusão de que eles não são apenas facilitadores de desempenho animal, mas também alimentos funcionais. As exigências nutricionais das galinhas poedeiras são influenciadas por diversos fatores, entre eles podemos citar a linhagem, a produção em massa de ovos, o nível de energia da ração, composição e digestibilidade dos alimentos, temperatura do ambiente de criação, instalações, densidade de alojamento, espaço no comedouro e método de determinação das exigências nutricionais. Como dito antes, a complexidade da alimentação das galinhas poedeiras é ainda testada no momento da formulação das rações.

Muito se comenta sobre a utilização do conceito da Proteína Ideal nas formulações das rações para aves. Esse conceito já está amplamente utilizado e bem consagrado, pois podemos dizer com certeza que os efeitos já são conhecidos e não há mais motivos para formulações usando ainda a proteína bruta como base. Os aminoácidos industriais suplementam perfeitamente as rações e a tornam a cada dia mais completa e possibilitam melhores índices produtivos. Mas em relação aos dados recentes, sutilmente nos gera uma grande e importante dúvida. Será que as práticas mais modernas de formulação de ração como a que comentamos antes só melhoram os índices produtivos? E antes de melhorar a produção de ovos, por exemplo, o que ocorre na poedeira para que ela possa aumentar o número de ovos postos? Essas questões nos remetem à evidência clara e fisiológica de que a ave só melhora o seu desempenho produtivo se houver condições fisiológicas para isso, certo? Sim, claro! Então, o que ocorre de verdade?

Pensando nisso, uma pesquisa foi desenvolvida para avaliar os efeitos de níveis crescentes de triptofano digestível nas rações de galinhas poedeiras leves. O estudo se baseou em formulações à base de milho e de farelo de soja, atendendo as recomendações de Rostagno et al. (2005), pois na época do projeto tais tabelas eram as mais recentes. Foram avaliados os resultados de dados de desempenho e de qualidade interna e externa de ovos. Mas isso não foi tudo, avaliações histológicas do aparelho reprodutivo e digestório das aves foram feitas com o objetivo maior de responder questões anteriormente expostas. Leia a íntegra do artigo no nosso acervo de trabalhos técnicos.

Aminoácidos funcionais na nutrição de poedeiras – Lima, M.R , Costa, F.G.P, Guerra, R.R, Dantas, L.S, Cavalcante, L.E.

Administração, Economia, Planejamento e Política Avícola
Autores

Capacitação de pesquisadores do IB para o diagnóstico de LTI das galinhas

A Laringotraqueíte Infecciosa das Aves (LTI) é uma enfermidade causada por herpesvírus e sua manifestação clínica pode ocorrer de grau leve a severo, dependente de fatores como: transporte, manejo ruim, adensamento, multiplicidade de idade, estresses e doenças intercorrentes.

Soares, N. M.

Implementação dos Conceitos do HACCP na Fábrica de Rações

O HACCP é um programa sistemático de identificação, habilitação e controle da qualidade alimento, regido por sete princípios.

Santin E.

Legislação da proteção e do direito dos animais: o reflexo da proposta brasileira para a avicultura

Nääs, I. A.
Moura, D. J.
Silva R. B. T. Raquel
Silveira, N.

Implantação de Programa de Rastreabilidade da Industria Avícola

A Organização Internacional de Standartização (ISO) desde sua primeira edição das Normas ISO previu a necessidade das industrias atenderem a requisitos de identificação e rastreabilidade, definido-a como uma sistemática planejada, implementada e registrada, que garante a identificação do produto e dos processos por meios adequados, a partir do recebimento e durante todos os estágios de produção, entrega e instalação.

Cerutti, M.

Planejamento e Local da Produção -Viabilidade Econômica do Projeto

Antes de iniciar uma criação de frangos, deve-se planejar o "sistema" de produção a ser adotado, o "programa" de utilização da granja (intervalo entre lotes em dias), a localização e construção da granja, taxas de lotação ou densidade e conforme a escolha definir os equipamentos a serem utilizados e finalmente a viabilidade econômica do projeto.

Butolo, J. E.

Neoliberalismo e Necolonialismo ?

A avicultura nacional mergulhou numa crise sem precedente em toda sua história. Tanto as empresas avícolas grandes como as de médio e pequeno porte estão, por igual, trabalhando no "vermelho", consumindo as últimas "gordurinhas", acumuladas ao longo de suas existências. Algumas já seguiram o mesmo caminho de outras empresas nacionais: tiveram seus controles cedidos a grupos econômicos internacionais. É impressionante, para não dizer alarmante, a velocidade adquirida no processo de desnacionalização da nossa economia.

Silva, A. B.

1 | 2 | próxima

Nossos Parceiros
MSDSafeeds
AgroceresDeHeus
Adisseohatchtech
Pleyades