Matérias-Primas

Mercado interno da soja permanece com poucas movimentações

Conforme levantamento do economista do Notícias Agrícolas, André Lopes, a terça-feira foi de ligeiras movimentações aos preços da soja no mercado doméstico. Em Rio do Sul (SC), a saca da soja caiu 2,60% e terminou o dia a R$ 75,00. Na região de São Gabriel do Oeste (MS), a queda ficou em 1,47%, com a saca a R$ 67,00. No Rio Grande do Sul, a saca caiu 0,72% em Não-me-toque e encerrou o dia a R$ 68,50. Já em Panambi, a perda foi de 0,68%, com a saca a R$ 70,02. Em Palma Sola (SC), a cotação também caiu, cerca de 0,67%, e a saca fechou a terça-feira a R$ 74,50. No Porto de Paranaguá, a saca futura, para entrega em março/19, subiu 1,21% e terminou o dia a R$ 83,50. No terminal de Rio Grande o dia foi de estabilidade aos preços da soja. "Os negócios estão parados e o nível dos embarques está desacelerando nos portos em meio a indefinição sobre a tabela de frete. O nível das exportações nos primeiros dias úteis está abaixo do registrado no mesmo período de 2017", explica Brandalizze. Ainda ontem, o Ministro da Agricultura, Blairo Maggi, reportou a que a falta de definição continua prejudicando o setor do agronegócio. Em entrevista ao O Globo, o ministro afirmou que "60 navios estão parados há mais de 11 dias nos portos, pagando diárias entre US$ 25 mil a US$ 35 mil, à espera de produtos agropecuários que não chegam aos terminais para serem exportados". Em nota, a ANTT (Agência Nacional de Transportes Terrestres) informou na manhã desta terça-feira que continuava a conversar com os setores envolvidos com a questão do tabelamento do frete. "Essa discussão é importante para amadurecer tecnicamente o assunto. A Agência está trabalhando com a prudência necessária, buscando o equilíbrio do setor", dizia a nota.

(Notícias Agrícolas) (Fernanda Custódio)



Visite  www.ovosite.com.br  - O Portal do Ovo na Internet