Sábado, 18 de Novembro de 2017
Empresas

Cobb-Vantress lança Macho MV no Equador
Guapiaçu, SP, 18 de Abril de 2017 - O Equador é o primeiro país da América do Sul a receber o novo produto da Cobb-Vantress, o Macho MV. A empresa, líder mundial no fornecimento de aves de produção para frangos de corte e em especialização técnica no setor avícola, realizou, de 10 a 13 de abril, uma rodada de apresentações da nova ave em Quito e Guaiaquil, para clientes e profissionais da área.

Os eventos reuniram mais de 160 pessoas, com apresentações do gerente de Produto da Cobb, Rodrigo Terra, e do gerente de Marketing, Cassiano Bevilaqua. Segundo Terra, o Equador é o primeiro país do Pacto Andino a sediar o evento de lançamento do Macho MV porque é abastecido diretamente pela Cobb-Vantress Brasil, que iniciou a produção do novo produto no último mês.

Terra explica ainda que o Pacto Andino é uma região muito importante para a Cobb e recebe uma atenção especial da unidade brasileira. “Os países que fazem parte do Pacto Andino representam cerca de 26% do mercado de matrizes da América do Sul, local em que a Cobb tem expressiva participação. Desta forma, é de extrema importância mantermos nosso foco nessa área”, afirma.

Bevilaqua apresentou aos participantes o pacote de serviços que a Cobb oferece aos clientes. “Não vendemos somente o produto. Temos um pacote variado de serviços que englobam desde as reprodutoras até o abatedouro, possibilitando que os clientes tirem o máximo proveito do nosso produto. Essa é uma das formas da Cobb demonstrar como é comprometida com os resultados dos clientes”, disse.

Em desenvolvimento desde 2010, o Macho MV é um reprodutor que confere ao produto Cobb500 excelentes índices de conversão alimentar, ganho de peso e rusticidade. Ele é a nova aposta da empresa e promete assumir o posto de produto mais vendido. No Brasil, ele foi lançado no início de março, em uma rodada de apresentações em diversos Estados.

“Esperamos que nossos clientes mantenham-se satisfeitos com a Cobb e que o novo produto apresente uma melhora expressiva em seus negócios”, disse Rodrigo Terra.

Também estiveram presentes nos eventos a equipe da Cobb dedicada à atuação na região, composta por Luis Bellido, gerente técnico-comercial, e José Quintero, assistente técnico-comercial.


País é o primeiro da América do Sul a receber a nova aposta da empresa, que promete assumir o posto de produto mais vendido

Sobre a Cobb-Vantress Brasil - Desde 1916 em atividade e com sede na cidade de Siloam Springs, Arkansas, Estados Unidos, a Cobb-Vantress está presente há 22 anos no Brasil. A mais antiga companhia de genética avícola do mundo é também líder mundial no fornecimento de aves de produção para frangos de corte e em especialização técnica no setor avícola. A sede brasileira esta localizada na cidade de Guapiaçu, no interior do Estado de São Paulo, e conta com aproximadamente 690 colaboradores.
(Cobb-Vantress) (Assessoria de Imprensa )
Imprimir esta notícia...
|
Deixe aqui sua opinião, insira seus comentários.
O espaço também é seu!

Sábado, 18/11
Sexta-Feira, 17/11
Valor da Produção Agropecuária de 2017 é de R$ 533,5 bilhões (09:55)
Quinta-Feira, 16/11
Matrizes de valor (16:09)
AB Vista destaca o NIR como ferramenta ideal para nutrição de precisão (11:14)
CHICK Program garante eficácia na vacinação em Incubatórios (10:19)
Rússia eleva tom de ameaças a carnes do Brasil (08:51)
Mudanças em MP dobram renúncia com Funrural (08:50)
Favorito de Abilio ganha força na BRF (08:42)
Quarta-Feira, 15/11
Terça-Feira, 14/11
Embrapa atualiza guia de manejo da galinha poedeira 051 (14:38)
Apta (SP) abre concurso para 33 pesquisadores científicos (10:30)
MAPA e associações de fiscais discutem modelo de inspeção (10:19)
Com adesão ao Refis, lucro da JBS caiu 64% no 3º trimestre (09:09)
Lucro líquido da Tyson Foods cresceu quase 0,8% no 4º trimestre (09:00)
Garantia de abate halal deve aumentar exportação a países muçulmanos (08:29)
Novo aplicativo ajuda a agir rápido para assegurar saúde de rebanhos (08:29)
Mapa participa de ação mundial sobre o uso racional de antibióticos (08:28)