Sábado, 23 de Junho de 2018
Matérias-Primas

Governo libera R$ 800 milhões para a comercialização do milho

Medidas buscam apoiar os produtores do cereal na atual safra
Brasília, DF, 20 de Abril de 2017 - O governo autorizou o lançamento de contrato de opção de venda para 1 milhão de toneladas de milho produzido em Mato Grosso, envolvendo R$ 300 milhões. A operação a ser feita pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) fixa o preço de exercício em R$ 17,87/60 kg, com prazo em 15 de setembro deste ano. Outros R$ 500 milhões foram anunciados para o Prêmio Equalizador Pago ao Produtor Rural e/ou sua Cooperativa (Pepro) e o Prêmio para Escoamento do Produto (PEP) do milho em grãos das safras 2016/2017 e 2017.

As medidas visam apoiar a comercialização de milho nesta safra e foram publicadas no Diário Oficial da União desta quarta-feira (19). “O objetivo do governo é dar uma sinalização de preço futuro para os produtores neste período da safra de inverno em Mato Grosso, hoje o maior produtor de milho segunda safra (também conhecida como safrinha), com 40% da produção nacional”, salienta o secretário de Política Agrícola do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), Neri Geller.

Segundo estimativa da Conab, nesta temporada, os produtores brasileiros deverão colher mais de 91 milhões de toneladas do cereal. Do total, 61,6 milhões de toneladas deverão ser colhidas no inverno. Somente em Mato Grosso, a safrinha deverá ser de 24,1 milhões de toneladas.

Com o Pepro e o PEP, o governo quer garantir o preço mínimo de R$ 16,50/60kg ao produtor de milho, sempre que a cotação de mercado estiver abaixo do preço mínimo.
(Mapa) (Assessoria de Imprensa )
Imprimir esta notícia...
|
Deixe aqui sua opinião, insira seus comentários.
O espaço também é seu!

Sábado, 23/06
Sexta-Feira, 22/06
Maggi espera reverter antidumping da China no Brics (08:04)
BRF confirma que pode vender em bloco parte de suas ações na Minerva (07:31)
Na copa da Rússia, quem perde é a carne suína brasileira (07:28)
SUÍNOS e BOI CEPEA: acompanhe como estão os mercados (07:25)
Soja tem novo dia de baixas em Chicago, mas compensação para BR deve chegar via prêmios (07:24)
Compradores chineses cancelam 65 mil tons de soja americana (07:23)
Quinta-Feira, 21/06
CARNE DE FRANGO: exportações totalizam 1,6 milhão de ton em 2018 (13:58)
Revista Brasileira de Ciência Avícola passa a ser apenas digital (09:03)
VIII CLANA tem algumas das principais cotas de patrocínio esgotadas (08:06)
Blairo tentará reverter antidumping chinês em viagem à África do Sul (08:02)
Greve dos caminhoneiros obriga BRF a dar férias coletivas a 5,6 mil (08:00)
Grãos caem, mas prêmio da soja sobe (07:58)
Preços da soja voltam a subir nos portos do BR nesta 4ª (07:57)
Quarta-Feira, 20/06
Frigoríficos precisam buscar soluções técnicas para problemas, afirma Vargas (09:49)
Prima-irmã dos frangos de corte, produção de ovos vive longe da crise (08:23)
Motivo para embargo da UE ao frango brasileiro é disputa comercial, diz Blairo (08:21)
Valor da Produção Agropecuária de 2018 é de R$ 552 bilhões (08:10)
Milho: com foco na China e na safra americana, mercado recua pelo 5º pregão consecutivo em Chicago (08:09)
Soja: prêmios sobem mais de 20% no Brasil, mas queda forte em Chicago limita preços nos portos (08:00)
Terça-Feira, 19/06
BRF anuncia encerramento de produção de aves em Campo Verde (MT) (15:19)
AB Vista atualiza estudos sobre os efeitos de Cálcio X Fitase na alimentação dos monogástricos (14:24)
VIII CLANA tem inscrições com desconto até 10 de agosto (14:21)
Embrapa: ICPFrango foi de 225,89 pontos em maio, alta de 2,72% (08:50)
Em cinco anos, produção de carnes de Mato Grosso vai subir 40%, diz banco (07:49)
MILHO/CEPEA: preços recuam quase 8% em sete dias (07:46)
SOJA/CEPEA: preços caem devido à baixa externa, dólar e produção elevada (07:44)
Após greve dos caminhoneiros, BRF suspenderá abates em Concórdia (SC) (07:41)
Ministro Blairo Maggi vai à Comissão de Agricultura da Câmara (07:35)
Mercado interno do milho apresenta poucas movimentações na abertura da semana (07:32)
Soja sobe nos portos do Brasil nesta 2ª feira estimulada pela alta do dólar e dos prêmios (07:30)