Domingo, 21 de Janeiro de 2018
Exportação

Brasil reclama de exigências da UE, que cita operação da PF
Genebra , 08 de Novembro de 2017 - O Brasil recebeu uma ríspida resposta da União Europeia ao se queixar, em um comitê da Organização Mundial do Comércio (OMC), de inspeções e rejeição de carregamentos de frango salgado brasileiro no bloco por causa de salmonela.

Em reunião periódica do Comitê de Medidas Sanitárias e Fitossanitárias, a delegação brasileira apresentou uma preocupação específica sobre as ações europeias, considerando que o país está sendo discriminado. Segundo o Brasil, as autoridades europeias passaram a exigir do produto brasileiro padrões mais rígidos que os publicamente anunciados - mais do que os impostos aos próprios produtos da UE e a outros tipos de carne de frango.

A UE foi dura na resposta. Sustentou que o Brasil não tinha razão de reclamar, e que o problema era provocado pelo país - os europeus mencionaram a operação Carne Fraca, deflagrada pela Polícia Federal em março com foco em investigações de corrupção entre fiscais agropecuários e funcionários de frigoríficos.

Segundo a UE, o aumento da detecção de salmonela ocorre porque os critérios microbiológicos são mais estritos para o frango salgado do que para a carne de frango in natura. De acordo com os europeus, desde que os exportadores brasileiros decidiram colocar sal na carne fresca de frango, o produto final tende a ser enquadrado na definição de pratos preparados, sofrendo controle maior.

As exportações de frango salgado do Brasil para a UE alcançaram quase US$ 400 milhões em 2016.
(Valor Econômico) (Assis Moreira )
Imprimir esta notícia...
|
Deixe aqui sua opinião, insira seus comentários.
O espaço também é seu!

Domingo, 21/01
Sexta-Feira, 19/01
Alegra refaz planos e prevê chegar a R$ 1 bi só em 2021 (10:00)
Trouw Nutrition apresenta produtos e soluções inovadores para a indústria avícola na IPPE 2018 (09:46)
JBS encerra programa de desinvestimentos com R$ 1,2 bi a menos (09:20)
Quinta-Feira, 18/01
ABPA comemora decisão da Camex de não sobretaxar aço chinês (15:14)
Rússia deverá avaliar com celeridade reabertura ao mercado de carne (15:00)
IB organiza treinamento para validação de métodos de acordo com norma internacional para análises laboratoriais (11:39)
Zoetis promove discussão sobre sanidade avícola para contribuir com crescimento da produção de carne de frango do país (11:33)
Desenvolvimento de dentro para fora (10:42)
Tectron presente no Dia de Campo Copagril (10:38)
Associados conhecem detalhes do América Programa Avícola (08:36)
Quarta-Feira, 17/01
Yamasa estará presente na IPPE, em Atlanta, pela 13ª vez consecutiva (09:43)
Terça-Feira, 16/01
Médicos Veterinários e Zootecnistas paulistas poderão votar on-line pela primeira vez (21:09)
Conab negocia mais remoções de milho para o Nordeste (15:45)
Superavit de US$ 81,86 bilhões do agronegócio foi o 2º maior da história (15:43)
Coopavel: um show de atrações nos 30 anos de um dos maiores eventos do agronegócio mundial (15:41)
Brasil busca ampliar vendas de produtos agrícolas para a Ásia (14:31)
CASP participa de edição histórica do Show Rural Coopavel (08:43)