Domingo, 22 de Abril de 2018
Exportação

Santa Catarina amplia mercados e tem bons resultados com exportação de carnes em março
Florianópolis, SC, 10 de Abril de 2018 - O setor produtivo de carnes ganha espaço no mercado internacional e Santa Catarina amplia vendas para China e Hong Kong. Em março, os dois países foram os principais destinos das carnes produzidas no estado e garantiram o aumento no faturamento com as exportações. No último mês, as vendas internacionais de carne suína e de frango geraram uma receita de US$ 194,9 milhões.

Em março, Santa Catarina exportou 83,6 mil toneladas de carne de frango, faturando US$ 143,9 milhões, um incremento de 23,7% em relação a fevereiro. O resultado positivo pode ser explicado pelo aumento das vendas para China, Hong Kong e México. Os três países estão na lista dos dez principais compradores da carne de frango catarinense e juntos responderam por 22,7% do valor das exportações.

No acumulado do ano, Santa Catarina já recebeu US$ 380,3 milhões pela venda de 219,4 mil toneladas de carne de frango. O desempenho é 12,7% menor do que o observado no mesmo período de 2017.

Segundo o secretário da Agricultura e da Pesca, Airton Spies, as carnes continuam sendo o principal produto da pauta de exportações do agronegócio catarinense e as expectativas são de que o setor siga em crescimento. “As expectativas são do retorno das exportações de frango para União Europeia nos próximos meses e de um provável aumento das compras da China em decorrência do aumento das tributações para carne suína americana”, ressalta.

Carne suína

As vendas internacionais de carne suína também seguem em crescimento. Em março foram embarcadas 25,5 mil toneladas do produto, com receitas que passam de US$ 51 milhões (28% e 22,2% a mais do que em fevereiro). O principal mercado da carne suína catarinense é a China que ampliou em 108,9% as compras do produto, em relação a março de 2017.

No último mês, o país importou 9,6 mil toneladas de carne suína – 109,8% a mais do que no ano passado. Hong Kong e Chile também aumentaram as compras e acabaram minimizando os impactos do embargo temporário da Rússia para as carnes brasileiras.

Em 2018, o estado já exportou 70,6 mil toneladas de carne suína, com receitas que passam de US$144 milhões. Os valores são inferiores aos registrados no primeiro trimestre de 2017. O faturamento foi 10,5% menor e a quantidade teve uma queda de 1,53%.

“Os primeiros três meses do ano foram turbulentos para o mercado externo de carnes, mas com o fim do inverno no hemisfério norte é provável que as demandas aumentem, reequilibrando a produção de Santa Catarina”, explica Airton Spies. O secretário lembra ainda que a proteína animal é o carro chefe da agropecuária catarinense e responde por 60% do PIB da Agopecuária.

Os números foram divulgados pelo Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior e analisados pelo Centro de Socioeconomia e Planejamento Agrícola (Epagri/Cepa).
(Secr. de Estado da Agr. e da Pesca) (Assessoria de Imprensa)
Imprimir esta notícia...
|
Deixe aqui sua opinião, insira seus comentários.
O espaço também é seu!

Domingo, 22/04
Sexta-Feira, 20/04
Instituto Ovos Brasil promove ação em restaurante na Zona Norte de São Paulo (14:03)
ABPA lamenta a suspensão da habilitação de 20 plantas exportadoras de carne de frango pela UE (08:27)
Embargo da UE é problema, mas não é o “fim do mundo”, diz Blairo Maggi (08:21)
Embargo da UE é confirmado e afeta 20 plantas (08:12)
Ministro reafirma ingresso na OMC para contestar barreiras da União Europeia (08:11)
Aberta consulta pública para normatizar destino de carcaças de suínos e aves (08:10)
Definido o conselho que tomará as rédeas da BRF (08:06)
Mercado brasileiro do milho apresenta ligeiras movimentações (08:05)
Soja: Chicago fecha próximo das mínimas em duas semanas e preços recuam no Brasil (08:00)
Quinta-Feira, 19/04
Veja quais são os 20 frigoríficos que foram proibidos de exportar frango para a UE (22:24)
Embargo europeu fará BRF rever planejamento de produção (22:04)
12ª edição do Simpósio da ACAV está confirmada para setembro (16:30)
Nutri&Aves: Cálcio e granulometria do calcário (14:48)
Custos de produção de suínos e de frangos de corte disparam em março (14:45)
Uma 'agroinflação' moderada em 2018 (10:07)
União Europeia deve proibir parte dos frigoríficos brasileiros de exportar frango para região (09:31)
Pedro Parente aceita ser o novo presidente do conselho da BRF (08:27)
Ministério da Agricultura retira suspensão da BRF e anuncia novos mercados para carne catarinense (08:22)
Mercado brasileiro do milho apresenta leves movimentações (08:05)
Soja: Mercado fecha com leve queda na CBOT (08:00)
Quarta-Feira, 18/04
Pedro Parente, da Petrobras, deve ser o presidente do conselho da BRF (17:12)
Mudança do mercado traz novo profissional para a Safeeds (13:30)
Agrosuper, do Chile, realiza treinamento na Agri Stats (13:28)
Avaliação Conjuntural e os Impactos na Avicultura (12:12)
Vetanco presente em mais um SBSA promovido pelo NUCLEOVET (08:45)
ABPA contrata escritório de advogados para estudo sobre painel contra União Europeia (08:25)
Brasil vai ampliar exportação de carne para China e iniciar embarques à Indonésia e Coréia do Sul (08:23)
CVM condenou Falconi e Luiza em caso da Sadia (08:21)
Furlan busca acordo para pôr fim à disputa na BRF (08:17)
Brasil vai à OMC contra UE, garante ministro (08:15)
Soja: mercado mantém estabilidade nesta 4ª, com ligeiras baixas (08:00)
Terça-Feira, 17/04
Blairo Maggi decide ingressar na OMC contra restrições da UE à importação de aves (13:43)
IX Encontro Técnico Avícola está com inscrições abertas (09:51)
Suspensão de embarques de carne de frango da BRF para União Europeia completa 30 dias (09:01)
Pesquisa pode ajudar no melhoramento genético de aves (08:42)
Dra. Nermeen Abu-Elala apresentará resultados de dois estudos feitos em parceria com a ICC Brazil na Conferência APA 2018 (08:31)
UE deverá embargar 15 unidades da BRF (08:21)
Assembleia da BRF terá 14 candidatos ao conselho (08:18)
Milho: mercado interno apresenta leves movimentação na abertura da semana (08:09)
Mercado interno da soja recua neste início de semana (08:00)
Preço ainda incentiva a comercialização de soja (07:58)