Quinta-feira, 13 de Dezembro de 2018
Exportação

Brasil ameaça retaliar se UE embargar a BRF
Brasília, DF, 13 de Abril de 2018 - Com o fim das "intensas" negociações com a União Europeia ontem em Bruxelas, o Brasil passou a cogitar retaliar importações de produtos do bloco caso este decida, na semana que vem, impor um embargo definitivo a plantas da BRF e de outras empresas brasileiras de carne de frango, bovina, pescado e mel.

Nesse contra-ataque avaliado pelo Brasil, o presidente Michel Temer poderá entrar em campo e não está descartada a abertura de um painel na Organização Mundial do Comércio (OMC) contra a UE, segundo uma fonte a par do assunto.

A posição da comitiva brasileira liderada pelo ministro da Agricultura, Blairo Maggi, foi comunicada a autoridades da Comissão Europeia em reuniões nesta semana. Nos próximos dias 18 e 19, países-membros do bloco vão se reunir para decidir, em votação, se a barreira para a BRF e outras empresas será imposta.

O principal foco da visita da delegação brasileira a Bruxelas era justamente evitar essa votação, que até agora está mantida. O Ministério da Agricultura defende que o embargo da UE continue restrito às três plantas da BRF investigadas no âmbito da Operação Trapaça. Por outro lado, técnicos da UE vêm demonstrando desconfiança de que outras unidades da BRF também tenham cometido irregularidades.

Deflagrada pela Polícia Federal no dia 5 de março deste ano, a Trapaça revelou um esquema de fraudes envolvendo a BRF e laboratórios na análise da bactéria salmonela em lotes de carne de frango destinados à exportação.

Em sua página oficial no Facebook, Blairo Maggi comentou ontem que as negociações com os europeus tiveram "poucos avanços", mas disse ainda ter esperança de "minimizar impactos negativos" sobre as vendas externas de carnes de aves do Brasil. O ministro confirmou que poderão ser tomadas as "providências que forem consideradas necessárias" para restabelecer o fluxo comercial com o bloco, caso a UE realmente venha a aplicar sanções comerciais mais duras ao agronegócio brasileiro.

A comitiva brasileira retorna hoje, e na próxima terça-feira Blairo Maggi concederá uma entrevista coletiva para detalhar as conversas com os europeus. O Valor apurou que, embora a iniciativa privada e o governo brasileiro estejam se empenhando para evitar uma "guerra comercial" com a UE, o Palácio do Planalto pode ser acionado para aplicar sanções a produtos europeus, não só agropecuários. Além de queijos, vinhos, azeites e bacalhau, automóveis e autopeças também poderão entrar na lista, se de fato ela existir.

"Não adianta colocarmos a culpa na Polícia Federal ou no protecionismo europeu, que sempre existiu. Temos que arrumar a casa - pública e privada - e reconstruir nossa credibilidade", afirma Pedro de Camargo Neto, vice-presidente da Sociedade Rural Brasileira (SRB).
(Valor) (Cristiano Zaia)
Imprimir esta notícia...
|
Deixe aqui sua opinião, insira seus comentários.
O espaço também é seu!

Quinta-Feira, 13/12
_produção de ovos de galinha é a maior da série histórica (11:04)
Abate de frangos em agosto foi o segundo maior do ano (11:03)
Já começa a faltar crédito rural a juros controlados (09:17)
IBGE confirma avanço em abates de bovinos e suínos, e queda no frango (09:08)
Plasson investe R$ 28 milhões em expansão da unidade fabril, em Criciúma (08:20)
ABRA protocola ofício com solicitação que impacta indústrias produtoras de farinhas de pena, peixe e sangue (08:14)
Indústria de ovos dos EUA: desafios e oportunidades (08:11)
Fundamentos teóricos e aplicação no processamento de ovos e derivados (08:08)
Quarta-Feira, 12/12
Pioneirismo e inovação marcam 10 anos da Yes (10:12)
Exportações de carne bovina deverão bater novos recordes no ano que vem (08:41)
Embrapa fecha acordo com Sindan para pré-análise de novos produtos veterinários (08:40)
Granja do Cedro é destaque de pecuária no prêmio “As melhores da Dinheiro Rural” (08:40)
Safra pode repetir recorde com 238,4 milhões de toneladas (07:57)
Encontro de Avicultores premia os melhores da Integração Aurora/Cocari (07:56)
Assembleia Legislativa de Goiás homenageia dirigentes da Pif Paf Alimentos (07:54)
BRDE assina contratos de R$ 100 milhões com cooperativas paranaenses durante encontro da Ocepar (07:53)
A crescente preocupação com ectoparasitas e os prejuízos econômicos causados por estes (07:50)
Milho: Bolsa de Chicago segue tendência do dia e fecha terça-feira com pouca movimentação (07:50)
Além do enriquecimento de ovos, selênio apresenta benefícios produtivos (07:48)
Aviagen Estreia “I Escola de Incubação” da América Latina (07:25)
Terça-Feira, 11/12
Cresce dependência do agronegócio brasileiro das importações chinesas (08:06)
Milho: cotação da Bolsa de Chicago encerra segunda-feira próxima da estabilidade (08:03)
Soja: Brasil fecha o dia com estabilidade com recuo de Chicago e dos prêmios (08:00)
Mercado do boi gordo apresenta cenários distintos (07:58)
Inaugurado laboratório de referência em Campinas (07:55)
Segunda-Feira, 10/12
Sexta-Feira, 07/12
Cresce mobilização de caminhoneiros por nova paralisação (16:15)
Conferência FACTA WPSA-Brasil 2019 já tem data e temas definidos (12:52)
Qualidade de água é tema de palestra da Vetanco (09:50)
Cobb-Vantress premia melhores lotes da região Nordeste (09:07)
NUCLEOVET apresenta planejamento 2019 em evento em SP (09:03)
FRANGO/CEPEA: exportações recuam, mas valores da carne sobem em novembro (08:14)
Início de dezembro apresenta maior firmeza nas cotações do boi gordo (08:04)
Milho: Bolsa de Chicago fecha quinta-feira com leves baixas (08:00)
A pedido da CNA, STF suspende multas pelo descumprimento da tabela do frete (07:37)
Paraná desburocratiza processo de licenciamento ambiental (07:30)
Depois do frango, Marrocos libera importação de carne bovina dos EUA (06:28)