Sábado, 19 de Janeiro de 2019
Matérias-Primas

Seca afeta produção mundial, diz USDA
São Paulo, SP, 13 de Junho de 2018 - Em relatório de oferta e demanda de grãos divulgado ontem, o Departamento de Agricultura dos EUA (USDA) reduziu sua previsão para a produção mundial de trigo na safra 2018/19, que terá início em setembro. Segundo o órgão, serão colhidas 744,7 milhões de toneladas do cereal, 3,1 milhões a menos que estimado em maio e volume 1,8% inferior ao de 2017/18.

O ajuste foi determinado por problemas na Rússia, onde o tempo seco tem prejudicado as lavouras. Após uma safra recorde de quase 85 milhões de toneladas em 2017/18, o país deverá colher 68,5 milhões de toneladas na atual temporada - em maio, o USDA previa 72 milhões. Com isso, o órgão reduziu a projeção para as exportações russas para 35 milhões de toneladas em 2018/19, ante 40,5 milhões no ciclo 2017/18.

Com a menor oferta da Rússia, o USDA elevou sua projeção para as exportações americanas para 25,9 milhões de toneladas em 2018/19, ante 24,5 milhões em 2017/18. Em maio, o órgão previa exportações de 25,17 milhões de toneladas para os EUA. Já os estoques finais americanos, que têm grande influência na formação das cotações do cereal da bolsa, deverão somar 25,7 milhões de toneladas ao fim da temporada 2018/19, ante 29,4 milhões no ciclo anterior.

Segundo Arlan Suderman, economista-chefe de commodities da FCStone, o mercado encara esses cortes como "o início de uma tendência", que inclui problemas provocados pela falta de chuvas na região do Mar Negro, Europa e Austrália. Os dados oficiais para a safra europeia indicam produção de 149,1 milhões de toneladas, ante 151 milhões em 2017/18. "Dada a seca em várias partes da Europa, essa provavelmente ainda não é a palavra final", comentou o Commerzbank, em nota na semana passada.

Ontem, o USDA projetou uma safra de 149,4 milhões de toneladas para a União Europeia, com estoques finais estimados em 10,47 milhões de toneladas, ante 13,07 milhões no fim da safra anterior.

Com um consumo mundial avaliado em 750,9 milhões de toneladas pelo USDA, a safra 2018/19 deverá apresentar déficit de mais de 6 milhões de toneladas. O departamento de agricultura estimou estoques mundiais de 266,16 milhões de toneladas no fim da safra 2018/19, ante 272,37 milhões no ciclo anterior. Apesar da queda de 2,27%, o volume ainda é considerado confortável pelos analistas.

(Valor) (Cleyton Vilarino )
Imprimir esta notícia...
|
Deixe aqui sua opinião, insira seus comentários.
O espaço também é seu!

Sábado, 19/01
Sexta-Feira, 18/01
FRANGO/CEPEA: desaquecimento de negócios pressiona valores da carne (09:51)
OVOS/CEPEA: poder de compra do avicultor inicia 2019 em queda (09:50)
Milho: produtor de MT revê planos para safrinha (09:45)
Porto de Itajaí fecha o ano com melhor resultado desde 2011 (09:23)
Estudo sugere 'dieta universal' para salvar o planeta (09:22)
Ministério remove 'blindagem' de superintendências estaduais (08:22)
Boi Gordo: oferta regulada à demanda (08:09)
Milho: quinta-feira chega ao fim com preços em alta de até 6 pontos na Bolsa de Chicago (08:05)
Soja fecha a 5ª feira com altas de mais de 13 pts em Chicago com correção técnica e olhos no Brasil (08:00)
Quinta-Feira, 17/01
SUÍNOS/CEPEA: média do vivo é a menor para janeiro desde 2007 (11:06)
BOI/CEPEA: bom planejamento pode garantir margens positivas no fim de 2019 (11:03)
Balança Comercial Paulista registra superávit de US$ 11,49 bilhões, aponta IEA (11:02)
2ª Conbrasul Ovos 2019 vai reunir lideranças da avicultura de postura nacional e internacional de 16 a 19 de junho (09:28)
Presidente da ABPA se reúne governador Eduardo Leite (09:05)
Ministério tenta reabrir UE a carnes e pescados (08:28)
Milho: Bolsa de Chicago mantem tendência ao longo do dia e encerra quarta-feira em alta (08:23)
Carrefour vai monitorar fornecedores de carne por câmeras na França (08:20)
Fiscais Agropecuários gaúchos passarão por capacitação em inspeção (08:05)
STF abre investigação contra políticos na Operação Carne Fraca (08:02)
Três laboratórios têm selo Inmetro cancelado após descobertas da Operação Trapaça (08:00)
Cotação do boi gordo estável em São Paulo e frouxa em Mato Grosso do Sul (07:30)
Em mais um dia vazio de informações, soja fecha estável em Chicago nesta 4ª feira (07:18)
Quarta-Feira, 16/01
Brasil fomenta o maior projeto agropecuário da África (09:01)
ICC Brazil participa do IPPE 2019 (09:01)
Presença diária de fiscais em frigoríficos deverá ser mantida (08:56)
Quantos likes um ovo merece? (08:30)
Boi Gordo: atenção com as vacas e novilhas (08:04)
Milho: Bolsa de Chicago encerra terça-feira com quedas nos preços (08:02)
Soja trabalha em campo positivo nesta 4ª feira em Chicago em ajuste técnico depois das baixas (08:00)
Valor da Produção fecha 2018 em R$ 569,8 bilhões (07:49)
Terça-Feira, 15/01
FRANGO/PERSPEC 2019: após ano difícil, cenário sinaliza recuperação para 2019 (11:27)
OVOS/PERSPEC 2019: excesso de produção pode limitar ganho; produtores devem ter cautela em 2019 (11:25)
SUÍNOS/PERSPEC 2019: exportação e custo menor podem garantir ano mais positivo (11:23)
BOI/PERSPEC 2019: após exportação recorde em 2018, setor aposta em demanda interna em 2019 (11:21)
Foto de ovo tem o maior número de “curtidas” do mundo (07:39)
Redes de fast-food não se comprometem com bem-estar de frangos, diz ONG (07:38)
eSocial: o que o empregador PF precisa saber sobre CAEPF (07:37)
Baixa demanda por carne bovina mantém mercado do boi com pouca movimentação (07:20)
Importações chinesas de soja recuaram 8% em 2018 (07:18)
Soja testa leves altas em Chicago nesta 3ª feira corrigindo as últimas baixas (07:17)