Quarta-feira, 15 de Agosto de 2018
Exportação

Relação com União Europeia vai endurecer, afirma Maggi

O ministro participou de audiência no Senado onde foi abordado o impacto de atividades da BRF em Goiás
Brasília, DF, 13 de Junho de 2018 - Depois de participar de audiência na Comissão de Agricultura do Senado sobre a suspensão da importação de aves brasileiras por parte da União Europeia, o ministro Blairo Maggi (Agricultura, Pecuária e Abastecimento) disse que a relação com o bloco europeu vai mudar, deixando para trás “um comportamento apenas reativo”. Maggi informou já ter conversado com o ministro das Relações Exteriores, Aloysio Nunes, sobre o assunto e, usando uma expressão popular, comentou que, “agora, será uma no prego outra na ferradura”.

O deslistamento de frigoríficos que exportavam carnes de aves para o bloco europeu, de acordo com o ministro, ainda tem etapas a serem superadas até que seja revertido. Maggi lembrou que da última missão realizada em janeiro por técnicos europeus até agora não foi enviado relatório com informações sobre o resultado da visita. “Fizeram uma grande incursão no país, visitaram vários frigoríficos, várias granjas e a impressão que nos deixaram foi muito positiva comparada com uma missão anterior”, afirmou.

De acordo com o ministro, quando esse relatório de janeiro chegar ao ministério será analisado e respondido e que, cabendo fazer algum ajuste, será feito. Depois disso, nova missão poderá ser enviada ao Brasil. Mas fez questão de destacar que há mais interesses envolvidos na suspensão das importações, por parte dos europeus, do que alegadas questões envolvendo presença de salmonella. “Claro que há muita coisa no meio acontecendo, entre elas a negociação de acordo com o Mercosul”.

No fim de abril, por unanimidade, ministros da Câmara de Comércio Exterior (Camex) autorizaram o início das tratativas de abertura de contencioso junto à Organização Mundial do Comércio (OMC) contestando barreiras impostas pela UE à carne de aves. O argumento é de que a suspensão tem caráter comercial e não sanitário, já que mediante o pagamento de tarifa extra-cota, as exigências sanitárias quanto a salmonellas são reduzidas de 2.600 tipos da bactéria para dois.
A sessão na Comissão de Agricultura e Reforma Agrária foi proposta pela senadora Lúcia Vânia (PSB/GO) para tratar de impactos da BRF no estado de Goiás.
(MAPA) (Assessoria de Imprensa)
Imprimir esta notícia...
|
Deixe aqui sua opinião, insira seus comentários.
O espaço também é seu!

Quarta-Feira, 15/08
Terça-Feira, 14/08
Crédito rural: necessário manter e inovar (09:38)
Frango deve ficar mais caro para consumidores de MT nesta semana (09:26)
MILHO/CEPEA: estimativas de menor oferta mantêm vendedor recuado e preço segue em alta (07:57)
SOJA/CEPEA: dólar, exportação à China e menor estoque impulsionam cotações no Brasil (07:56)
Decisão sobre o glifosato alerta sojicultor no Brasil (07:51)
Milho: com clima favorável nos EUA, mercado recua nesta 2ª na CBOT e consolida 3ª desvalorização consecutiva (07:48)
Soja trabalha com estabilidade nesta 3ª feira na Bolsa de Chicago ainda se ajustando (07:47)
Segunda-Feira, 13/08
Luciano Roppa assume Presidência do Conselho da Yes (14:48)
Horácio Rostagno enfoca tabelas brasileiras no LPN Congress 2018 (09:10)
Horácio Rostagno enfoca tabelas brasileiras no LPN Congress 2018 (09:05)
Dívida cresce, mas acordo com bancos anima BRF (08:26)
Soja avança no campo paulista (08:23)
Milho: em Chicago, mercado ainda reflete números do USDA e inicia semana com desvalorização de mais 1% (08:14)
Soja dá continuidade às baixas em Chicago nesta 2ª ainda refletindo USDA e clima nos EUA (08:13)
Sexta-Feira, 10/08
Aplicativo Cobb Connection traz informações sobre produtos, manejo e melhor resultado em campo (14:29)
Quinto encontro do Qualificaves será durante a 7ª STA (14:11)
BRF tem prejuízo de R$ 1,57 bilhão no segundo trimestre (11:48)
FACTA comemora 29 anos e já planeja próxima Conferência (11:20)
FRANGO/CEPEA: preços recuam e competitividade da carne de frango aumenta (10:27)
OVOS/CEPEA: após cinco meses em queda, exportações reagem em julho (10:26)
Setor avícola terá oportunidade para discutir impacto das salmonelas em Campinas (SP) (09:30)
SUÍNOS/CEPEA: maior demanda aumenta liquidez e preços sobem (08:08)
BOI/CEPEA: menor oferta sustenta valor da arroba do boi gordo (08:07)
Frete pode tirar US$ 1,75 bi das exportações de milho (08:05)
Agro registra recorde de US$ 59,2 bi em vendas externas desde janeiro (08:04)
Apesar da quebra de safra, estoque de milho será de 10 milhões de toneladas (08:03)
Milho: com alta do dólar, preço sobe 2,47% e bate R$ 41,50/sc nesta 5ª feira no Porto de Paranaguá (08:01)
Soja fecha em queda nesta 5ª à espera de números maiores do USDA para safra dos EUA (08:00)
Quinta-Feira, 09/08
Produtores de alimentos e consumidores perdem com tabela de frete, afirma a ABPA (14:35)
Agroindústrias terão plano de contingência para emergência (14:26)
CNA reitera no STF pedido de suspensão do tabelamento do frete (13:43)
Temer sanciona lei que institui tabela de fretes no país (11:44)
Ovos chegam a 857,6 milhões, recorde para um 2º trimestre (09:46)
IBGE: no 2º trimestre abate de frangos cai em todas as comparações (09:45)
Rússia expõe fragilidade da suinocultura (08:07)
EUA exportam 220% mais soja para Europa em junho (07:48)
Produtores contratam quase R$ 12 bi no primeiro mês do plano agrícola (07:45)
Milho: mercado foca clima no Meio-Oeste e encerra pregão desta 4ª feira com ligeiras valorizações em Chicago (07:43)
Soja tem leve realização de lucros nesta 5ª feira em Chicago após duas altas consecutivas (07:42)
Importação chinesa de soja tem forte retração (07:40)