Sábado, 20 de Outubro de 2018
Exportação

Brasil é convidado de honra em feira na China
Porto Alegre, RS, 17 de Setembro de 2018 - Como tudo no gigante asiático, são grandes os números e as perspectivas para a primeira edição da Feira Internacional de Importação da China, que ocorrerá no final de 2018. Com a meta de importar um total de US$ 10 trilhões em cinco anos, o governo de Xi Jinping abre as portas do país para que indústrias e exportadores de serviços apresentem seus produtos para cerca de 150 mil compradores chineses entre 5 e 10 de novembro, em Shanghai.

A feira é uma oportunidade para que empresas de todo o mundo peguem carona no trem de alta velocidade da economia chinesa. Ao todo, 2,8 mil empresas de 130 países estarão no evento, que ocupará 270 mil metros quadrados do Centro Nacional de Exposições e Convenções. O Brasil é convidado de honra e terá o maior número de expositores da América Latina, com mais de 100 companhias entre as 250 inscritas da região.

Entre os setores em destaque no evento estão alta tecnologia, veículos, alimentos e moda. É na moda, por sinal, que as empresas brasileiras estão apostando. De acordo com os organizadores, outro destaque brasileiro e com bom potencial de vendas são os cerca de 20 fabricantes de acessórios que estarão participando da mostra.

A maior parte dos expositores, no entanto, segundo a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil), que reunirá em Shanghai diferentes empresas, está no setor de alimentos.

Os Estados Unidos é o país com maior número de participantes, apesar da guerra comercial iniciada pelo presidente Donald Trump. São 160 companhias norte-americanas fincando sua bandeira em Shanghai. O espaço dedicado aos Estados Unidos na feira é de 16 mil metros quadrados. Para efeito de comparação, as 250 empresas latino-americanas ocuparão, juntas, 2,5 mil metros quadrados.

"A guerra comercial não afetou o interesse norte-americano pelo evento. E já há confirmação da maior parte delas para a próxima edição, o que mostra a confiança na resolução do conflito", comemora Zhong Xiaomin, subdiretora do evento.

Sobretaxa às exportações

A sobretaxa chinesa ao frango brasileiro, que começou a vigorar no primeiro semestre deste ano e foi prorrogada por mais seis meses, ainda não afetou a produção nacional. Em agosto de 2018, a China importou 37,6 mil toneladas de frango do Brasil, alta de 3% acima do importado no mesmo período de 2017, graças à elevada demanda chinesa por alimentos.
(Jornal do Comércio) (Thiago Copetti)
Imprimir esta notícia...
|
Deixe aqui sua opinião, insira seus comentários.
O espaço também é seu!

Sábado, 20/10
Sexta-Feira, 19/10
Exportadores de aves e de suínos lançam campanha de imagem na União Europeia (09:58)
FRANGO/CEPEA: menor produção sustenta valor do pintainho em 2018 (09:48)
OVOS/CEPEA: preços iniciam segunda quinzena em forte queda (09:46)
BRF mantém conversas "amplas" com autoridades sobre investigações da PF (09:15)
Por carnes, Brasil faz proposta a Hong Kong (07:28)
Condomínio Vespasiano Corrêa assina contrato para liberação de financiamento (07:14)
Milho em Chicago dá continuidade às baixas da sessão anterior e testa ligeiras perdas nesta 6ª feira (07:13)
Após queda intensa, soja passa por leve correção técnica em Chicago nesta 6ª feira (07:12)
Fraca demanda pela soja dos EUA derruba preço em Chicago (07:00)
Quinta-Feira, 18/10
Vetanco participa do ACAV 2018 (14:46)
Chile reabre mercado para avicultura do RS (13:32)
SUÍNOS/CEPEA: exportação elevada sustenta preços no Brasil (10:15)
BOI/CEPEA: produtividade de carne por animal é maior em SP (09:44)
Adaptação veterinária (08:55)
Guerra comercial já eleva os preços na China (08:45)
BRF negocia acordo de leniência com MPF e CGU (08:14)
Agro olhou para eleição presidencial e esqueceu representantes do setor (08:11)
Soja: mercado no Brasil tem novo dia de pressão nesta 4ª e continua sentindo peso do câmbio (08:00)
Força-tarefa encontra três novos focos de peste suína no Ceará (07:28)
O frigorífico que produz carne de frango sem matar nenhuma ave (06:51)
Quarta-Feira, 17/10
Em Goiás, IOB prepara série de ações em parceria com a Associação Goiana de Avicultura (13:52)
Em MG, NECTA realiza 1º Dia do Ovo, com apoio do IOB (08:20)
Movimentação do Porto de Itajaí aumenta 81% em setembro (06:33)
Road Show Aves e Suínos da Boehringer fortalece a cadeia de proteína animal com conhecimento técnico (06:32)
Para ampliar exportação, setor de aves e de suínos vai à feira em Paris (06:31)
Importações chinesas de carne suína devem crescer 8% neste ano (06:10)
Soja: com previsão de melhora do clima nos EUA, mercado em Chicago ainda opera estável nesta 4ª (06:00)
Terça-Feira, 16/10
Da ABPA aos candidatos (09:18)
PF indicia Abilio Diniz e Pedro Faria no âmbito da Operação Trapaça (07:49)
Após relatório da PF, BRF defende tolerância zero e afasta 14 pessoas (07:48)
Milho fecha em alta na Bolsa de Chicago nesta 2a feira com clima adverso para colheita nos EUA (07:44)
Com demanda forte e clima adverso no Corn Belt, soja fecha com mais de 2%de alta em Chicago (07:40)
Plantio de soja evolui em ritmo acelerado em quase todo o país (07:39)
Brasil ganha mercado de soja na China, mas perde espaço para EUA na Europa (07:31)
MILHO/CEPEA: indicador recua quase 6% no acumulado do mês (07:30)
SOJA/CEPEA: dólar cai e pressiona valores internos da soja (07:29)