Segunda-feira, 12 de Novembro de 2018
Exportação

O que significa a pretensão de Bolsonaro de transferir a embaixada do Brasil em Israel para Jerusalém
Porto Alegre, 05 de Novembro de 2018 - O presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) confirmou, nesta quinta-feira (1º), que pretende transferir a embaixada brasileira em Israel de Tel-Aviv para Jerusalém. O anúncio do capitão da reserva foi publicado em sua conta oficial no Twitter e reforçado em entrevista coletiva no Rio de Janeiro.

Se confirmar a mudança, Bolsonaro vai seguir os passos do governo de Donald Trump, que promoveu a realocação da embaixada dos Estados Unidos para Jerusalém em maio deste ano. O ato causou confrontos violentos na Faixa de Gaza, que deixaram cerca de 60 mortos.

A decisão de Trump também foi seguida pela Guatemala. O Paraguai alinhou seu posicionamento com o do governo norte-americano, mas voltou atrás.

Reconhecimento

Caso confirme a mudança na localização da embaixada em Israel, o governo de Bolsonaro estará reconhecendo Jerusalém como a capital de Israel, criando atrito com a Palestina e com outros países árabes. Os palestinos pretendem transformar Jerusalém Oriental na capital de seu futuro Estado independente. Na coletiva desta quinta, Bolsonaro disse não ver clima pesado na medida.

— Nossa segurança em primeiro lugar. Essa questão da embaixada, se o Brasil mudar, eu não vejo um clima pesado. Não é uma questão de vida ou morte. Temos todo o respeito com Israel e com o povo árabe — disse.

A Organização das Nações Unidas (ONU) e a maioria da comunidade internacional não reconhecem Jerusalém como capital de Israel. Após Trump anunciar a mudança da localização da embaixada, a ONU defendeu que o status de Jerusalém deve ser decidido por uma "negociação direta" entre israelenses e palestinos, reiterando que sempre foi "contra toda medida unilateral".

No entendimento do embaixador aposentado Luiz Augusto de Castro Neves, vice-presidente emérito do Centro Brasileiro de Relações Internacionais (Cebri), caso o gesto de Bolsonaro se confirme, demonstrará uma "guinada exótica" na política internacional brasileira.

— O principal impacto seria o afastamento do Brasil de suas tradições diplomáticas, que foram sempre de apoiar a resolução da ONU. Seria um gesto exótico, porque não somos um ator importante no Oriente Médio — afirmou o embaixador aposentado.

Neves entende que a possível medida de Bolsonaro traria mais vantagens para o governo de Israel, que teria mais uma nação reconhecendo Jerusalém como capital do país, do que para o Brasil. O vice-presidente afirmou que a transferência de embaixada geraria manifestações de países árabes na ONU e causaria desgaste político na relação do Brasil com essas nações, mas não implicaria sanções comerciais. O mercado árabe é um dos principais importadores de carne de frango do Brasil.

Atrito com a Palestina

Durante a campanha, Bolsonaro afirmou a intenção de retirar a embaixada palestina de Brasília. Na época, o então candidato à Presidência afirmou que a representação diplomática não pode existir na capital federal porque "a Palestina não é um país". Não foram anunciadas novas medidas sobre esse tema desde o último domingo.
(ZERO HORA) (ANDERSON AIRES)
Imprimir esta notícia...
|
Deixe aqui sua opinião, insira seus comentários.
O espaço também é seu!

Segunda-Feira, 12/11
MILHO/CEPEA: depois de cair por quase três meses, preço sobe em algumas regiões (10:27)
SOJA/CEPEA: demanda internacional incerta reduz prêmio no Brasil e valores recuam (10:25)
Diretório Acadêmico de Medicina Veterinária da IMED homenageia Francisco Sérgio Turra (10:20)
Languiru e Dália Alimentos assinam acordo de intenções (09:03)
'Futuro governo não pode fechar portas para o agronegócio' (08:15)
Soja opera em queda na Bolsa de Chicago nesta 2ª feira e corrige altas da última semana (08:00)
Exportadores de carne temem mudança de embaixada para Jerusalém (07:36)
Sexta-Feira, 09/11
FRANGO/CEPEA: preço da carne inicia novembro em alta (09:41)
OVOS/CEPEA: oferta diminui e preços voltam a subir (09:30)
MSD Saúde Animal é reconhecida como a melhor empresa para se trabalhar no segmento de saúde animal (09:22)
"Nunca prometi prazo para virar o jogo na BRF", diz Pedro Parente (09:20)
Agora, Tyson foca expansão no exterior (09:17)
Cobb-Vantress compartilha experiência em manejo de machos no Latin American Poultry & Nutrition Congress 2018 (08:07)
Brasil e EUA vão produzir menos soja, mas estoques são recordes (07:54)
Contratação de crédito rural até outubro soma R$ 64 bilhões (07:52)
Boi: melhora da oferta colabora para queda dos preços da arroba (07:49)
Milho: USDA reduz projeção para a safra dos EUA e mercado fecha 5ª com leves altas em Chicago (07:48)
USDA tem efeito limitado e soja fecha estável na Bolsa de Chicago nesta 5ª feira (07:46)
Quinta-Feira, 08/11
Wisium intensifica atuação na Região Sul (13:29)
SUÍNOS/CEPEA: início de mês e retomada das compras russas impulsionam preços (11:42)
BOI/CEPEA: apesar da pressão da indústria, indicador se sustenta (11:40)
China se torna o maior mercado para carne suína catarinense (09:45)
Grãos: Conab estima uma produção entre 233,7 e 238,3 milhões de toneladas (08:40)
Agronegócio elogia experiência de futura ministra, mas destaca desafios (08:17)
Boi Gordo: baixa volatilidade no mercado (08:10)
Exportações de carne de frango mantém alta em outubro (08:09)
Soja brasileira com boas perspectivas para 2019, mesmo se confirmado acordo entre China e EUA (08:00)
Quarta-Feira, 07/11
Tereza Cristina é anunciada como ministra da Agricultura de Bolsonaro (19:28)
JBS vai vender carne na China pela internet (08:32)
Acionistas da BRF aprovam extensão do mandato de Pedro Parente (07:46)
Presidente da ABPA é palestrante do II Congresso Internacional de Direito Agrário e do Agronegócio (07:30)
Carne bovina tem alta e pode colaborar com retomada de preço no mercado do boi (07:18)
Importações chinesas de soja vão cair 10%, diz USDA (07:10)
Soja fecha estável em Chicago e mantém mercado lento também no Brasil nesta 3ª feira (07:00)
Terça-Feira, 06/11
Chineses questionam Blairo sobre posições de Bolsonaro (13:40)
Palestra sobre os benefícios do ovo na Multivix e na Católica de Vitória (09:36)
DSM apresenta inovação e ciência aplicada em avicultura na conferência da PSA Latin American 2018 (08:30)
Cobb-Vantress realiza 7º Encontro Empresarial, em Puerto Madero (08:20)
Milho: demanda dá suporte e mercado consolida terceira valorização consecutiva em Chicago nesta 2ª (08:04)
Soja: sinalização de acordo entre China e EUA reduz pressão e Chicago testa leves altas nesta 3ª (08:00)
Guerra comercial de Trump custa caro para os EUA nas exportações de soja (07:50)
Egito cancela viagem de Aloysio Nunes e da comitiva brasileira (07:19)
China: exportação agropecuária tem entrave e oportunidade (07:18)
Copagril realiza 8ª Semana da Política da Qualidade e Segurança do Alimento (07:17)
Tocantins reúne representantes do setor de milho para falar sobre aflatoxina (07:16)