Segunda-feira, 12 de Novembro de 2018
Exportação

Chineses questionam Blairo sobre posições de Bolsonaro
Brasília, 06 de Novembro de 2018 -

Em reunião com o ministro da Agricultura, Blairo Maggi, autoridades do governo chinês e empresários daquele país demonstraram preocupação sobre a postura comercial do futuro governo de Jair Bolsonaro (PSL), já que o presidente eleito adotou em sua campanha um discurso considerado hostil a Pequim.

De acordo com uma fonte que participa de uma missão comercial de empresários e de representantes do governo brasileiro à China, tanto ministros de Estado quanto empresários do país asiático quiseram saber, em todas as reuniões e encontros com Blairo, se Bolsonaro tem a intenção de manter boas relações comerciais com a China e como será a política externa do novo presidente.

Mesmo sendo ministro do atual governo, Blairo, que desembarcou em Xangai há quatro dias e ficará na China até sexta-feira, procurou tranquilizar os chineses. Reforçou que Bolsonaro foi eleito com grande apoio do setor agropecuário e que por isso o setor não deverá ser prejudicado - a China é o maior parceiro comercial do Brasil e o maior importador de commodities agrícolas, sobretudo de soja.

O ministro participa de uma comitiva composta por autoridades do governo e empresários brasileiros do setor de carnes e grãos interessados em ampliar ou consolidar negócios com o gigante asiático. A tarefa, porém, não é simples. A China levantou recentemente uma tarifa antidumping a exportações brasileiras de carne de frango, decisão aliás que Blairo tenta reverter.

Na viagem, o ministro tem reforçado repetidamente o grande interesse do país de seguir vendendo para os chineses, embora alguns empresários brasileiros até concordem com a linha de endurecer com Pequim, não ameaçando barrar o comércio, mas se opondo a barreiras como a do antidumping.

Ontem, Bolsonaro recebeu, em sua residência no Rio, o embaixador chinês Li Jinzhangi, numa tentativa de Pequim de estreitar relações com o futuro governo.

O encontro ocorreu após o "China Daily", principal jornal estatal chinês, fazer na semana passada um editorial em que alertou o Brasil sobre riscos comerciais de o país se fechar para o mercado chinês. Uma viagem de Bolsonaro com familiares a Taiwan, país vizinho que tem atritos com a China, e posições externadas pelo presidente eleito no passado recente - como sua oposição à liberação da compra de terras por estrangeiros - desagradaram Pequim.

(Valor Econômico) (Cristiano Zaia)
Imprimir esta notícia...
|
Deixe aqui sua opinião, insira seus comentários.
O espaço também é seu!

Segunda-Feira, 12/11
MILHO/CEPEA: depois de cair por quase três meses, preço sobe em algumas regiões (10:27)
SOJA/CEPEA: demanda internacional incerta reduz prêmio no Brasil e valores recuam (10:25)
Diretório Acadêmico de Medicina Veterinária da IMED homenageia Francisco Sérgio Turra (10:20)
Languiru e Dália Alimentos assinam acordo de intenções (09:03)
'Futuro governo não pode fechar portas para o agronegócio' (08:15)
Soja opera em queda na Bolsa de Chicago nesta 2ª feira e corrige altas da última semana (08:00)
Exportadores de carne temem mudança de embaixada para Jerusalém (07:36)
Sexta-Feira, 09/11
FRANGO/CEPEA: preço da carne inicia novembro em alta (09:41)
OVOS/CEPEA: oferta diminui e preços voltam a subir (09:30)
MSD Saúde Animal é reconhecida como a melhor empresa para se trabalhar no segmento de saúde animal (09:22)
"Nunca prometi prazo para virar o jogo na BRF", diz Pedro Parente (09:20)
Agora, Tyson foca expansão no exterior (09:17)
Cobb-Vantress compartilha experiência em manejo de machos no Latin American Poultry & Nutrition Congress 2018 (08:07)
Brasil e EUA vão produzir menos soja, mas estoques são recordes (07:54)
Contratação de crédito rural até outubro soma R$ 64 bilhões (07:52)
Boi: melhora da oferta colabora para queda dos preços da arroba (07:49)
Milho: USDA reduz projeção para a safra dos EUA e mercado fecha 5ª com leves altas em Chicago (07:48)
USDA tem efeito limitado e soja fecha estável na Bolsa de Chicago nesta 5ª feira (07:46)
Quinta-Feira, 08/11
Wisium intensifica atuação na Região Sul (13:29)
SUÍNOS/CEPEA: início de mês e retomada das compras russas impulsionam preços (11:42)
BOI/CEPEA: apesar da pressão da indústria, indicador se sustenta (11:40)
China se torna o maior mercado para carne suína catarinense (09:45)
Grãos: Conab estima uma produção entre 233,7 e 238,3 milhões de toneladas (08:40)
Agronegócio elogia experiência de futura ministra, mas destaca desafios (08:17)
Boi Gordo: baixa volatilidade no mercado (08:10)
Exportações de carne de frango mantém alta em outubro (08:09)
Soja brasileira com boas perspectivas para 2019, mesmo se confirmado acordo entre China e EUA (08:00)
Quarta-Feira, 07/11
Tereza Cristina é anunciada como ministra da Agricultura de Bolsonaro (19:28)
JBS vai vender carne na China pela internet (08:32)
Acionistas da BRF aprovam extensão do mandato de Pedro Parente (07:46)
Presidente da ABPA é palestrante do II Congresso Internacional de Direito Agrário e do Agronegócio (07:30)
Carne bovina tem alta e pode colaborar com retomada de preço no mercado do boi (07:18)
Importações chinesas de soja vão cair 10%, diz USDA (07:10)
Soja fecha estável em Chicago e mantém mercado lento também no Brasil nesta 3ª feira (07:00)
Terça-Feira, 06/11
Chineses questionam Blairo sobre posições de Bolsonaro (13:40)
Palestra sobre os benefícios do ovo na Multivix e na Católica de Vitória (09:36)
DSM apresenta inovação e ciência aplicada em avicultura na conferência da PSA Latin American 2018 (08:30)
Cobb-Vantress realiza 7º Encontro Empresarial, em Puerto Madero (08:20)
Milho: demanda dá suporte e mercado consolida terceira valorização consecutiva em Chicago nesta 2ª (08:04)
Soja: sinalização de acordo entre China e EUA reduz pressão e Chicago testa leves altas nesta 3ª (08:00)
Guerra comercial de Trump custa caro para os EUA nas exportações de soja (07:50)
Egito cancela viagem de Aloysio Nunes e da comitiva brasileira (07:19)
China: exportação agropecuária tem entrave e oportunidade (07:18)
Copagril realiza 8ª Semana da Política da Qualidade e Segurança do Alimento (07:17)
Tocantins reúne representantes do setor de milho para falar sobre aflatoxina (07:16)