Domingo, 18 de Agosto de 2019
Empresas

Inauguração de complexo da Safeeds marca etapa e abre novo ciclo de investimentos
Cascavel, PR, 01 de Março de 2019 - Uma cerimônia nesta quarta-feira, 27, na sede da empresa, em Sede Alvorada, com a presença de lideranças políticas e empresariais, representantes do setor produtivo, parceiros e convidados, marcou a entrega do Centro Administrativo e do Complexo Industrial da Safeeds Aditivos para a Nutrição Animal.

As duas fábricas, uma de aditivos sólidos e outra de líquidos, somado ao centro administrativo, um prédio de 3 andares, amplo e com modernas instalações, dentro de um conceito de sustentabilidade e tecnologia, representa um novo marco na empresa, iniciado em 2014, e aponta para um novo ciclo, com outros investimentos que começam a ser projetados, visando atender com excelência e tecnologia um novo tempo no mercado mundial, que busca alimentos mais saudáveis.

“É mais que um sonho, é um grande projeto de produção local, no Brasil, de produtos que antes eram importados. Temos a capacidade de produzir localmente e substituir a importação de produtos de alta tecnologia, que o Brasil era antes dependente. Um marco no desenvolvimento da Safeeds e o mais importante é que as duas unidades fabris que estão sendo entregues já estão funcionando e produzindo há cinco anos. Além disso, este processo não pára por aqui. Concluída esta etapa vamos iniciar outra que inclui a construção de um laboratório de pesquisa e desenvolvimento, que vai incrementar ainda mais o nosso processo de produção, sempre buscando a inovação e novas tecnologias”, comentou o presidente da Safeeds, Ricardo Araujo Castilho.

O Centro Administrativo, completa Castilho, vem de encontro a proposta inovadora e de pesquisa científica e tecnológica da empresa. Tudo foi pensado para atender as necessidades da Safeeds, tanto físicas como de sustentabilidade e de oferecer qualidade de vida às pessoas. A Safeeds tem uma demanda crescente de espaço físico e a construção do prédio já foi projetada pensando no presente e no futuro.

Pensando na qualidade de vida das pessoas, assim como ocorre com a produção de aditivos para a nutrição animal, buscando oferecer alimentos seguros para os animais e para as pessoas, foram projetadas escadas amplas, estimulando a atividade física, espaços de convivência em cada andar, para incentivar o convívio e a troca de experiências, vidros duplos para garantir conforto térmico e sonoro, além de permitir contemplar a produção agropecuária, em uma das regiões mais produtivas do estado, além de espaços externos, com paisagismo.

“Foi tudo muito bem pensado e planejado, buscando o que tem de melhor, mais moderno e tecnológico, dentro do conceito e da filosofia da empresa, que é hoje líder no mercado de produção de aditivos de nutrição animal, oferecendo ao produtor uma alternativa aos produtos importados, com um produto de qualidade, adequado às especificidades de cada região e com melhor preço.
A empresa está presente em cinco países e registrando produtos em outros oito países, ofertando aditivos para a nutrição animal em diversas áreas.

Somente na cadeia do frango, explica ele, 10 por cento da produção brasileira utiliza produtos da Safeeds, os quais exportam para 140 do total de 200 países. Isso significa, que a empresa atinge cerca de 50 por cento da população mundial que consome esta proteína. Ele agradeceu aos parceiros, família e a Deus pelos investimentos e assegurou a preocupação e meta da empresa de continuar produzindo com ética, qualidade e profissionalismo, para atender as novas tendências do mercado, de produtos de qualidade e a custo acessível.

O diretor comercial da empresa, Paulo Guerra, também ressaltou o trabalho em equipe, a preocupaçao com a excelência, tanto na construção das dependências administrativas, quanto na estruturação das duas fábricas, com linhas de produção independentes, sem contaminação cruzada e capazes de produzir produtos fracionados. A fábrica de produtos sólidos tem uma capacidade de produçao de 1.600 toneladas por mês, o que equivale a 72 toneladas de aditivos por dia, e a líquida de até 9 mil toneladas por mês.

Instalada em uma área total de 110 mil metros quadrados junto à BR-467, cuja pista dupla interliga Toledo e Cascavel, a empresa detém os mais altos padrões de qualidade e realiza o mesmo controle de sanidade e equipamentos de uma indústria farmacêutica humana. “Segurança é a palavra chave da nossa missão. A Safeeds é uma referencia para o Brasil e para o mundo”, finalizou o diretor Paulo.

(Safeeds) (Assessoria de Imprensa)
Imprimir esta notícia...
|
Deixe aqui sua opinião, insira seus comentários.
O espaço também é seu!

Domingo, 18/08
Sexta-Feira, 16/08
Frango: preço do milho cai e favorece poder de compra do avicultor (16:37)
Soja: a guerra, de novo (07:20)
ICC Brazil participa do SIAVS 2019 (06:58)
Suínos: maior volume estocado pressiona cotação da carne (06:36)
Boi: preço da arroba atravessa a 1ª quinzena praticamente estável (06:35)
Dividendo a minoritários pressiona caixa da Marfrig (06:31)
JBS amplia unidades já autorizadas a vender à China (06:28)
Setor produtivo e governo debatem medidas de prevenção à peste suína e clássica (06:22)
Boi: Mercado sustentado em São Paulo (06:21)
Milho: Após três dias com fortes baixas, Bolsa de Chicago registra leves ganhos nesta quinta (06:20)
Soja: com vendas de mais de 3 mi de t nas últimas duas semanas, preços seguem fortes (06:18)
Com aquisições e IPO nos EUA no radar, ações da JBS disparam (06:16)
Quinta-Feira, 15/08
Parceria entre ABPA e Apex-Brasil viabiliza ação de imagem internacional com jornalistas estrangeiros (12:54)
Sindiavipar comunica redução do investimento para participação do VI Workshop Sindiavipar (12:39)
Parceria Asgav/OVOS RS e Wallmart realizam 2ª etapa da promoção especial na área de comercialização de ovos (10:59)
Receita pode reconhecer integração vertical às cooperativas (10:40)
JBS lucrou R$ 2,2 bi no segundo trimestre (10:21)
Produção agroindustrial volta a perder força (08:16)
PIB do agro cresce em maio e acumula alta no ano, diz Cepea (07:58)
Agronegócio do Brasil soma US$ 9,2 bi em exportações em julho, queda de 3,4% (07:57)
Milho: baixas voltam e cotações de Chicago caem mais de 12% na semana (07:54)
Soja sobe mais de 1% nos portos do BR nesta 4ª feira e dia é de fortes negócios (07:53)
Possível abertura da Indonésia à carne bovina anima frigoríficos (07:48)
Preços do boi gordo subiram em Mato Grosso do Sul (07:47)
Ministra visitará países árabes em setembro (07:46)
Rigor total para manter as doenças longe dos planteis catarinenses (07:45)
Quarta-Feira, 14/08
Abate inspecionado de frangos caiu 1,5% em relação ao TRIM anterior (09:52)
IBGE: cresceu, em comparação ao mesmo trimestre de 2018, o abate de bovinos, suínos e frangos (09:52)
Volume de ovos cresceu 5,8% na comparação anual, aponta IBGE (09:51)
China frustra previsões do governo e de frigoríficos (09:00)
Presidente do Codex Alimentarius garante a segurança dos alimentos produzidos no Brasil (07:34)
Visita ao laboratório de análises de qualidade de ovos da Secretaria de Agricultura e Abastecimento paulista (07:33)
Valor da Produção Agropecuária deve atingir R$ 603,4 bilhões em 2019 (07:32)
Terça-Feira, 13/08
“Ovo” vegano será um dos temas na Conferência da Fi South America 2019 (13:15)
Avicultores conhecem os pontos críticos e fatores de sucesso no processo de medicação (11:30)
IOB conclui participação na Feira da Avicultura do Nordeste (11:18)
SP: preços agrícolas fecham o mês de julho com queda de 0,04% (11:10)
Brasil passa a controlar mais de 50% da exportação de soja (09:03)
Milho: USDA amplia produtividade dos EUA e cotações despencam em Chicago nesta 2ªfeira (08:16)
Soja: preços no Brasil driblam quedas de Chicago e sobem até 4% no interior nesta 2ª (08:13)
Santa Catarina responde por 58% das exportações brasileiras de carne suína (08:00)
Segunda-feira calma no mercado do boi gordo (07:50)
Senado debate consequências do fracking para extração de minérios (07:34)