Sábado, 15 de Junho de 2019
Empresas

Advancia, realizado pela Adisseo, abre novos horizontes com foco no Butirato
São Paulo, SP, 10 de Abril de 2019 - Mais de 125 participantes fizeram parte do primeiro Advancia Academy 2019, realizado em Roma, Itália, no dia 2 de abril. O evento foi organizado pela Adisseo, antes da 6ª Conferência Internacional de Saúde Intestinal Avícola.

Depois de São Paulo em 2016 e Bangcoc em 2017, Roma acolheu o 6º Grupo de Interesse Científico em Saúde Intestinal - IHSIG, agora chamado de Conferência Internacional de Saúde Avícola. Por ocasião deste importante evento, a Adisseo realizou o Advancia Academy 2019, fórum científico em nutrição e saúde animal, cujo foco desta edição foi o Butirato.
“O Butirato é, sem dúvida, um nutriente essencial para as células epiteliais intestinais e, portanto, oferece benefícios para a saúde intestinal. Ele pode ser produzido por bactérias comensais ou suplementado na dieta. Seus benefícios e limites de sua ação, bem como as formas que se pode melhorar o funcionamento intestinal por meio do Butirato endógeno e exógeno são os principais tópicos deste Advancia Academy" afirmou Dr. Pierre-André Geraert, Diretor de Marketing Científico da Adisseo.

Butirato – um regulador funcional fundamental: o mensageiro

Para abrir o seminário, Dr. Hervé Blottiere, do INRA & Micalis France, revisou os papéis fundamentais do Butirato na mucosa intestinal. De acordo com o pesquisador, a disbiose ou distúrbio intestinal são frequentemente associados à diminuição de genes e de bactérias associadas à produção de Butirato. O Butirato é essencial na fisiologia intestinal, está envolvido em metabolismo celular, função da barreira, motilidade intestinal, funções endócrinas e regulação imunológica. Seu novo papel como potente ativador do fator de transcrição nuclear faz com que o Butirato seja um importante modulador nas células epiteliais do intestino.

Dr. Petra Louis do Rowett Instituteabordou de forma mais global o metabolismo intestinal microbiano de ácidos graxos de cadeia curta, através do exemplo da microbiota humana. Como a microbiota é influenciada pelos substratos da dieta, particularmente fibras, e como as bactérias alimentam umas às outras. Essas vias metabólicas são elementos-chave que podem nos ajudar a alimentar melhor nossos animais, levando em conta a microbiota.

Do estímulo da microbiota butirogênica à forma dietética ideal do Butirato
Prof. Filip van Immerseel da Ghent Universityfocou em formas dietéticas de influenciar a microbiota butirogênica no intestino de aves domésticas através, por exemplo, do efeito prebiótico de oligossacarídeos arabinoxilanos, bem como o benefício de suplementar Butirato na dieta para reduzir o escoamento de patógenos (Salmonella sp, Clostridium perfringens).O Dr. Joshua Gong ilustrou a importância de suplementar a forma protegida do Butirato na dieta. O Butirato também aparentou diminuir a deposição lipídica através da redução das vias lipogênicas. Ele também estimula bactérias benéficas no intestino posterior.
O Prof. Kolapo Ajuwon (Purdue University) abordou mais profundamente a ação do Butirato no intestino, mostrando em particular o efeito no eixo intestino-cérebro e também seus benefícios epigenéticos. Ele também ilustrou a importância em adaptar a suplementação de Butirato de acordo com etapas específicas do crescimento ou fases desafiadoras (desmame, estresse térmico) enfrentadas pelos animais.

Finalizando o seminário, o Dr. Jean-Paul Lalles (INRA) ampliou o campo, expondo os aspectos moleculares e funcionais do Butirato e seus efeitos sobre a fosfatase alcalina intestinal e proteínas de choque térmico, importantes compostos na proteção intestinal contra a inflamação.
Todos os participantes contribuíram, em workshops organizados durante o dia, para melhor entender e questionar o potencial do Butirato endógeno e exógeno de ajudar a fortalecer a saúde intestinal dos animais, colaborando para o desenvolvimento de um sistema de produção de proteína mais sustentável.

Os assuntos abordados no seminário revelaram a importância do Butirato, tanto o produzido por bactérias comensais, como o suplementado na ração. De fato, seu papel como nutriente energético era conhecido há muito tempo, mas suas funções como um mensageiro para o bom funcionamento intestinal têm sido extensivamente demonstradas: da proliferação e diferenciação celular, melhor integridade da fronteira intestinal, melhora da função imunológica intestinal e até o efeito no sistema nervoso local e central.
Todas as apresentações deste evento estarão disponíveis em breve no site www.feedchannel.online

Sobre a Adisseo

A Adisseo é uma das principais especialistas mundiais em aditivos para rações. O grupo conta com 11 centros de pesquisa e instalações de produção na Europa, EUA e China para projetar, produzir e comercializar soluções nutricionais para alimentação animal sustentável.
Com mais de 2.100 funcionários, atende cerca de 3.500 clientes em mais de 100 países diferentes por meio de sua rede de distribuição global.
A Adisseo é uma das principais subsidiárias da China National BlueStar, líder na indústria química chinesa, com cerca de 23.000 funcionários e um faturamento de 6,4 bilhões de euros. A Adisseo está listada na Bolsa de Valores de Xangai.
Site corporativo da Adisseo: www.adisseo.com

Sobre os produtos e serviços da Adisseo

A Adisseo oferece aos seus clientes 4 formas de um aminoácido essencial, metionina para aves e suínos (Rhodimet® AT88 e Rhodimet® NP99) e metionina protegida para ruminantes (Smartamine® M e MetaSmart®), sulfato de sódio (Adisodium™), uma gama completa de vitaminas (Microvit®), enzimas multi-atividades (Rovabio®), e especialidade Selisseo® e Alterion®.
A Adisseo apoia o desenvolvimento de seus clientes fornecendo serviços valiosos e inovadores como o PNE – Precise Nutrition Evaluation – E-Lab ou DiM.

Mais informações sobre nossos produtos e serviços: http://feedsolutions.adisseo.comButirato
Prof. Filip van Immerseel da Ghent Universityfocou em formas dietéticas de influenciar a microbiota butirogênica no intestino de aves domésticas através, por exemplo, do efeito prebiótico de oligossacarídeos arabinoxilanos, bem como o benefício de suplementar Butirato na dieta para reduzir o escoamento de patógenos (Salmonella sp, Clostridium perfringens).O Dr. Joshua Gong ilustrou a importância de suplementar a forma protegida do Butirato na dieta. O Butirato também aparentou diminuir a deposição lipídica através da redução das vias lipogênicas. Ele também estimula bactérias benéficas no intestino posterior.
O Prof. Kolapo Ajuwon (Purdue University) abordou mais profundamente a ação do Butirato no intestino, mostrando em particular o efeito no eixo intestino-cérebro e também seus benefícios epigenéticos. Ele também ilustrou a importância em adaptar a suplementação de Butirato de acordo com etapas específicas do crescimento ou fases desafiadoras (desmame, estresse térmico) enfrentadas pelos animais.
Finalizando o seminário, o Dr. Jean-Paul Lalles (INRA) ampliou o campo, expondo os aspectos moleculares e funcionais do Butirato e seus efeitos sobre a fosfatase alcalina intestinal e proteínas de choque térmico, importantes compostos na proteção intestinal contra a inflamação.
Todos os participantes contribuíram, em workshops organizados durante o dia, para melhor entender e questionar o potencial do Butirato endógeno e exógeno de ajudar a fortalecer a saúde intestinal dos animais, colaborando para o desenvolvimento de um sistema de produção de proteína mais sustentável.
Os assuntos abordados no seminário revelaram a importância do Butirato, tanto o produzido por bactérias comensais, como o suplementado na ração. De fato, seu papel como nutriente energético era conhecido há muito tempo, mas suas funções como um mensageiro para o bom funcionamento intestinal têm sido extensivamente demonstradas: da proliferação e diferenciação celular, melhor integridade da fronteira intestinal, melhora da função imunológica intestinal e até o efeito no sistema nervoso local e central.
Todas as apresentações deste evento estarão disponíveis em breve no site www.feedchannel.online

Sobre a Adisseo
A Adisseo é uma das principais especialistas mundiais em aditivos para rações. O grupo conta com 11 centros de pesquisa e instalações de produção na Europa, EUA e China para projetar, produzir e comercializar soluções nutricionais para alimentação animal sustentável.
Com mais de 2.100 funcionários, atende cerca de 3.500 clientes em mais de 100 países diferentes por meio de sua rede de distribuição global.
A Adisseo é uma das principais subsidiárias da China National BlueStar, líder na indústria química chinesa, com cerca de 23.000 funcionários e um faturamento de 6,4 bilhões de euros. A Adisseo está listada na Bolsa de Valores de Xangai.
Site corporativo da Adisseo: www.adisseo.com

Sobre os produtos e serviços da Adisseo

A Adisseo oferece aos seus clientes 4 formas de um aminoácido essencial, metionina para aves e suínos (Rhodimet® AT88 e Rhodimet® NP99) e metionina protegida para ruminantes (Smartamine® M e MetaSmart®), sulfato de sódio (Adisodium™), uma gama completa de vitaminas (Microvit®), enzimas multi-atividades (Rovabio®), e especialidade Selisseo® e Alterion®.
A Adisseo apoia o desenvolvimento de seus clientes fornecendo serviços valiosos e inovadores como o PNE – Precise Nutrition Evaluation – E-Lab ou DiM.

Mais informações sobre nossos produtos e serviços: http://feedsolutions.adisseo.com
(Adisseo) (Assessoria de Imprensa)
Imprimir esta notícia...
|
Deixe aqui sua opinião, insira seus comentários.
O espaço também é seu!

Sábado, 15/06
2ª Conbrasul Ovos começa neste domingo com participantes de vários países da avicultura de postura mundial (18:19)
Sexta-Feira, 14/06
Redução do uso de Antibióticos é tema de palestra promovida pela Vetanco (12:53)
Prevenção contra a PSA (11:11)
É hora de reorganizar os negócios, diz CEO da BRF (06:35)
Frigoríficos já podem retomar exportação de carne bovina à China (06:33)
Consumo de carne suína em baixa na China (06:31)
Mercado do boi 'acordou' mais tarde, reagiu e já mostrou negócios pré crise da vaca louca (06:27)
Mercado do boi gordo está ganhando firmeza (06:25)
Brasil volta a exportar carne bovina para China (06:21)
Governo gaúcho reativa Câmaras Setoriais e Temáticas (06:18)
Conselho do Agro debate reforma tributária (06:17)
Abatedouro de aves é inaugurado no Parque Agroindustrial de Gurupi (GO) (06:15)
Justiça alemã valida morte de milhões de pintos machos na indústria (06:14)
Autoridades brasileiras e argentinas pedem corredor do milho e internacionalização de aeroporto (06:13)
Consumir carne de frango ao invés da bovina já diminui impactos ambientais (06:12)
Em 2040, 60% da carne consumida no mundo não será de origem animal (06:09)
Saldo da balança do agronegócio foi de US$ 8,6 bilhões em maio (06:07)
Mercado do milho fecha a sessão desta 5ª com com forte avanço em Chicago (06:06)
Soja: produtor brasileiro tem momento de melhores patamares em Chicago e prêmios altos (06:03)
Quinta-Feira, 13/06
SP: Preços Agropecuários recuam 1,76% no fechamento do mês de maio (15:05)
Suínos: liquidez aquecida nos mercados interno e externo eleva preços (14:41)
Brasil volta a exportar carne bovina para China (12:11)
Setor de equipamentos participa em peso do SIAVS 2019 (12:09)
IBGE: abate de frangos, no 1º trimestre, recua 2,0% em relação ao mesmo período de 2018 (11:27)
Ovos de galinha: produção cresce 6,0% e tem melhor 1º tri desde 1997, diz IBGE (11:26)
Korin investe em fábrica para ração de frangos (08:23)
Subprodutos fazem milho dos EUA mais competitivo (08:21)
Cooperativas de crédito ganham força (08:19)
Marfrig descarta ter que comprar ações da National Beef (08:15)
Mercado do boi ganha firmeza (08:10)
Previsão de mais chuvas e incerteza sobre produção deixa milho levemente mais valorizado nesta 4ª feira em Chicago (08:05)
Soja sobe quase 20 pts em Chicago nesta 4ª feira (08:00)
Quarta-Feira, 12/06
Aves Hendrix são as campeãs do Concurso de Qualidade de Ovos Capixaba (15:51)
XIV Simpósio Goiano de Avicultura recebe patrocínio e palestra da Cobb-Vantress (15:48)
Material de proteção gera crédito de Cofins (09:29)
Nova Gerente Técnica de Vendas da BV Science (09:08)
Congresso aprova crédito suplementar que garante recursos para o Plano Safra 2019/2020 (08:59)
Produção de grãos no Brasil deve ser de 238,9 milhões de toneladas (08:58)
Demanda japonesa por carne continua superando a oferta doméstica (08:56)
Forte quebra nos EUA beneficia exportação brasileira de milho (08:46)
Uma fusão das mais complexas (08:45)
Índice da FGV de produção de agroindústrias caiu em abril (08:42)
Terça-Feira, 11/06
Universidade Estadual de Maringá tem 16 cartas-patentes concedidas pelo INPI (08:16)
“China sustenta a agricultura do Brasil", diz Charles Tang (08:08)
Falta de crédito rural com taxas controladas motiva busca por opções (08:06)
Plano de fusão com a Marfrig divide os conselheiros da BRF (08:03)
Boi Gordo: frigoríficos seguem 'tateando' o mercado (07:56)
MT registra vendas de milho "a todo vapor", com negócios para safras atual e futura (07:51)
Milho fecha 2ª feira com cotações misturadas em Chicago (07:50)
Soja fecha com leves altas em Chicago nesta 2ª feira (07:43)
Santa Catarina é o maior exportador de carne de frango do Brasil (07:28)