Quarta-feira, 21 de Agosto de 2019
Mercado Externo

Acordo entre UE e Mercosul leva pânico a produtores de carne franceses
São Paulo, SP, 24 de Maio de 2019 - Uma onda de pânico se alastra entre produtores de carne franceses após a comissária europeia de Comércio, Cecilia Malmström, afirmar que a União Europeia e o Mercosul se aproximam de um acordo de livre-comércio.
“Estamos nos aproximando”, disse Malmström nesta quarta-feira sobre este acordo com o bloco formado por Brasil, Argentina, Paraguai e Uruguai. O tratado é negociado há mais de 20 anos e sua última rodada de diálogos em março passado foi, para ela, “um sucesso”.

O principal sindicato agrícola francês, a Federação Nacional dos Sindicatos Exploradores Agrícolas (FNSEA), reagiu imediatamente em um comunicado, no qual alertou sobre “as consequências catastróficas que este acordo teria na agricultura europeia e francesa”.

“Brasil e Argentina, onde os modelos de produção estão sujeitos a normas ambientais, sociais e fitossanitárias muito inferiores às vigentes na França, se beneficiam de custos de produção altamente competitivos”, afirma a FNSEA.

Para esta federação, os produtores franceses, que já têm dificuldades devido a uma profunda crise no setor “não sobreviverão durante muito tempo diante de importações maciças de açúcar, carne bovina, de frango, ou milho desses países”.

Malmström não descartou que as atuais discussões passem do nível dos negociadores ao político em julho. “É possível”, afirmou. Contudo, moderou seu “otimismo” ao lembrar que “há quase cinco anos disse que estávamos prestes a alcançá-lo”.

“Produto sensível”

Até agora, um dos maiores obstáculos para a assinatura foi a abertura do mercado europeu à carne do bloco sul-americano, sobretudo na França.
A Federação de Produtores Bovinos (FNB), que representa 82 mil pecuaristas franceses, está muito preocupada porque o acordo em discussão prevê que os quatro países do Mercosul exportem 99 mil toneladas de carne bovina à Europa anualmente sem tarifas.

Esse volume se somaria às 270 mil toneladas de carne bovina que os países já podem exportar à Europa, indica a Federação.
Sua preocupação também vem do fato de acreditarem que as normas sanitárias nos países do Mercosul não são tão exigentes quanto na Europa. Eles denunciam que os produtores sul-americanos recorrem à utilização de hormônios de crescimento, antibióticos e pesticidas proibidos na UE.

“Queremos alertar os futuros deputados europeus (…) que sob nenhum pretexto este acordo deve ser aceito”, pediu Bruno Dufayet, presidente da FNB, em uma entrevista coletiva em Paris, poucos dias antes das eleições para o Parlamento Europeu.

Segundo esta federação, a carne, que é um “produto sensível” deve ser “eliminada” por completo de todos os acordos de livre-comércio que estão sendo negociados pela UE.

“Impacto catastrófico”

A preocupação com a iminência deste acordo não atinge apenas a França. A Coordenadoria de Organizações de Agricultores e Pecuaristas espanhóis (Coag) também alerta para os prejuízos que este tratado causaria a todo o bloco europeu.
“Um acordo bilateral com o Mercosul teria um impacto catastrófico no setor agrícola da UE”, afirmam fontes da Coag.

“Quase 80% da carne bovina importada pela UE é proveniente do Mercosul (…), de modo que consideramos que não são necessários contingentes adicionais livres de tarifas aduaneiras”, acrescentaram.
Os países da UE e do Mercosul tentam desde 1999 criar um espaço de livre-comércio de cerca de 760 milhões de pessoas dos dois lados do Atlântico. Os diálogos ficaram estagnados durante anos após uma troca de ofertas fracassada em 2004, mas foram retomados novamente em 2010.
(Exame) (Redação)
Imprimir esta notícia...
|
Deixe aqui sua opinião, insira seus comentários.
O espaço também é seu!

Quarta-Feira, 21/08
32ª Reunião Anual CBNA: Congresso sobre Nutrição e Bem-Estar Animal - Aves, Suínos e Bovinos encerra inscrições de trabalhos científicos dia 12 de setembro (14:02)
Perspectiva da Conab prevê aumento de 3,6% na produção dos quatro principais grãos do país até 2020 (11:37)
Sindiavipar e Mapa promoverão encontro com agroindústrias (09:24)
Vetanco Brasil recertificada na ISO 9001:2015 (09:21)
NOTA DE FALECIMENTO: morre José Augusto Pessamilio (09:09)
Julho tem queda nos custos de produção de suínos e de frangos de corte (09:02)
Milho: relatos de campo (08:36)
Soja: receios com lavouras (08:30)
Bayer anuncia venda da unidade de saúde animal para a Elanco por US$ 7,6 bilhões (08:22)
SIAVS 2019: Segundo dia do evento terá palestrante internacional e Painel dos CEOs (08:17)
Soja sobe levemente em Chicago nesta 4ª feira com foco dividido entre geopolítica e safra dos EUA (08:13)
Consumo enfraquecido mantém mercado do boi gordo morno (08:12)
Milho: mercado futuro encerra a sessão desta 3ª feira com quedas na Bolsa de Chicago (08:10)
Brasil vê aumento na nova safra de soja; quebra nos EUA traz oportunidades, diz Conab (08:05)
Soja: com dólar acima dos R$ 4 e Chicago estável, preços no BR tem novas altas (08:00)
Terça-Feira, 20/08
Vetanco registra presença na 60ª Festa do Ovo (12:32)
Setor de genética avícola lança marca internacional (10:35)
O Brasil que é exemplo para o mundo, por Francisco Turra (10:32)
Após conquista da carne, ovo sintético é novo horizonte (09:36)
FACTA promove curso de ambiência e bem-estar na avicultura e suinocultura em Dourados (MS) (09:34)
SIAVS ganha lançamento de vacina bivalente inativada contra salmonelas do Biovet Vaxxinova (08:37)
Falta 1 semana para o Prêmio Imprensa 2019 do IOB (08:29)
Seara lança linha completa de carne de frango orgânica (08:22)
Boi: mercado do boi com cotações estáveis (08:12)
Milho: clima e exportações americanas atuam para desvalorizar cotações em Chicago (08:10)
China eleva compra de soja em grão da Rússia (08:09)
Soja: mercado futuro encerra o pregão desta 2ª feira com fortes desvalorizações na Bolsa de Chicago (08:08)
Produtores rurais participam de palestra sobre inspeção de ovos e abatedouro de aves (08:00)
Produtores já podem ter acesso a novo programa de composição de dívidas rurais (07:58)
UNIDO e CIBiogás promovem treinamento sobre biogás (07:54)
EUA: incêndio em abatedouro derruba preço da carne bovina (07:53)
Segunda-Feira, 19/08
APINCO elege nova diretoria e comemora 40 anos de fundação (12:07)
De Heus apresenta soluções nutricionais sustentáveis no SIAVS (10:24)
Milho: queda externa pressiona cotações nos portos brasileiros (10:23)
Soja: com vendedores retraídos, preços sobem (10:21)
Milho: Semana começa com cotações desvalorizadas em Chicago (09:52)
AVES e ASES se reúnem com presidente do IDAF para tratar de assuntos voltados para os dois setores (08:49)
Milho: olho nas lavouras (08:26)
Soja: pés no chão (08:24)
Grãos e carnes movem avanço da Frísia (08:18)
Soja sobe mais de 16% em reais por saca desde maio no porto de Paranaguá (08:07)
Milho: cotações sobem 3% nesta sexta-feira, mas acumulam queda de mais de 9% na semana (08:04)
China disputa soja do Brasil com processadores locais; preços sobem 10% no mês (08:01)
Boi: Mercado futuro encerra a sessão nesta 6ª feira sem grandes movimentações na Bolsa Brasileira (07:45)
Sexta-Feira, 16/08
Frango: preço do milho cai e favorece poder de compra do avicultor (16:37)
Soja: a guerra, de novo (07:20)
ICC Brazil participa do SIAVS 2019 (06:58)
Suínos: maior volume estocado pressiona cotação da carne (06:36)
Boi: preço da arroba atravessa a 1ª quinzena praticamente estável (06:35)
Dividendo a minoritários pressiona caixa da Marfrig (06:31)
JBS amplia unidades já autorizadas a vender à China (06:28)
Setor produtivo e governo debatem medidas de prevenção à peste suína e clássica (06:22)
Boi: Mercado sustentado em São Paulo (06:21)
Milho: Após três dias com fortes baixas, Bolsa de Chicago registra leves ganhos nesta quinta (06:20)
Soja: com vendas de mais de 3 mi de t nas últimas duas semanas, preços seguem fortes (06:18)
Com aquisições e IPO nos EUA no radar, ações da JBS disparam (06:16)
Quinta-Feira, 15/08
Parceria entre ABPA e Apex-Brasil viabiliza ação de imagem internacional com jornalistas estrangeiros (12:54)
Sindiavipar comunica redução do investimento para participação do VI Workshop Sindiavipar (12:39)
Parceria Asgav/OVOS RS e Wallmart realizam 2ª etapa da promoção especial na área de comercialização de ovos (10:59)
Receita pode reconhecer integração vertical às cooperativas (10:40)
JBS lucrou R$ 2,2 bi no segundo trimestre (10:21)
Produção agroindustrial volta a perder força (08:16)
PIB do agro cresce em maio e acumula alta no ano, diz Cepea (07:58)
Agronegócio do Brasil soma US$ 9,2 bi em exportações em julho, queda de 3,4% (07:57)
Milho: baixas voltam e cotações de Chicago caem mais de 12% na semana (07:54)
Soja sobe mais de 1% nos portos do BR nesta 4ª feira e dia é de fortes negócios (07:53)
Possível abertura da Indonésia à carne bovina anima frigoríficos (07:48)
Preços do boi gordo subiram em Mato Grosso do Sul (07:47)
Ministra visitará países árabes em setembro (07:46)
Rigor total para manter as doenças longe dos planteis catarinenses (07:45)