Quarta-feira, 26 de Junho de 2019
Mercado Externo

“China sustenta a agricultura do Brasil", diz Charles Tang
Campinas, SP, 11 de Junho de 2019 - “O setor agrícola sustenta a economia brasileira e a China sustenta a agricultura do Brasil”, lembrou ontem Charles Tang, presidente da Câmara de Comércio e Indústria Brasil-China, durante evento promovido pela Syngenta em Campinas (SP).

Com a lembrança, Tang quis deixar claro que declarações não amistosas do presidente Jair Bolsonaro a respeito do comércio com a China não podem ameaçar a relação comercial que existe entre os dois países.

“Quando o candidato Bolsonaro falou sobre China em termos não tão positivos, eu disse que quando ele assumisse ia ver que o que conta são interesses nacionais, e não preferências pessoais”, disse. "Temos de lembrar que as economias brasileira e chinesa são complementares e que as economias brasileira e americana são concorrentes”.

Nesse cenário, a relação entre Brasil e China não mudará nem com um acordo comercial entre Washington e Pequim. “As oportunidades Brasil-China são crescentes. Mesmo tendo um acordo - e vai ter, porque é necessário -, ainda existe uma relação. A confiança é como um vaso: depois de quebrar, é difícil colar de novo”, ressaltou.

Nessa lógica, Tang acredita que o Brasil é um país estratégico e parceiro fundamental da China. O país asiático é o principal mercado às exportações brasileiras de soja e de carnes, e um dos principais no caso do algodão. Mas as relações comerciais podem ser aprofundadas.

“O Brasil não se vende, ele é comprado. Num supermercado chinês, você compra vinhos de todo lugar do mundo, menos do Brasil”, observou. Outras áreas que poderiam ser melhor exploradas, avalia, é o comércio de frutas e uma das grandes especialidades do Brasil: café.

“O mercado de frutas chinês tem grande potencial para o Brasil e o consumo de café está aumentando muito na China", lembrou.

A crise de abastecimento de proteínas gerada no gigante asiático pelo surto de peste suína não deverá diminuir a demanda do chinês por carne suína. “A carne suína para o chinês é igual ao feijão preto para o carioca: não pode faltar”, disse. E o Brasil, acredita, deverá ser beneficiado nessa maior demanda pelo produto no mercado internacional.

“O agronegócio brasileiro depende da China. É bom lembrar: quando um negócio é bom, é da China, quando é ruim, é russo”, brincou.

(Valor) (Kauanna Navarro)
Imprimir esta notícia...
|
Deixe aqui sua opinião, insira seus comentários.
O espaço também é seu!

Quarta-Feira, 26/06
Terça-Feira, 25/06
Evonik participa de mais uma edição do Simpósio Goiano de Avicultura (09:06)
PR: Exportação avícola para a China em maio é 110% superior ao mesmo mês de 2018 (08:31)
Frigoríficos já encaram problema na venda ao Irã (08:27)
Preço da carne suína exportada pelo Brasil dispara em junho (08:13)
Boi Gordo: mercado parado, mas firme (08:11)
Milho: cotações sobem em Chicago (08:03)
Soja fecha em campo positivo nesta 2ª feira (08:00)
Possibilidade de veto a importação agrícola divide o Mercosul em negociação (07:47)
Economia do Sul se destaca e cresce mais que média do país (06:54)
Preço da carne suína exportada pelo Brasil dispara em junho; embarques de soja têm força (06:46)
OMC vai avaliar se Indonésia mantém barreira comercial a carne de frango brasileira (06:44)
Tocantins recebe investidores dos Emirados Árabes interessados em consolidar negócios no Estado (06:43)
Segunda-Feira, 24/06
Polinutri anuncia seu novo presidente executivo (11:52)
Ovos: poder de compra deve cair pelo segundo mês seguido (10:45)
Soja: movimento de alta é interrompido (10:43)
Milho: exportação mantém preço em alta (10:42)
Wisium destacará diferenciais do Emulmix durante o Avicultor 2019 (10:37)
Custo de produção de suínos cai no mês de maio; produzir frango ficou mais caro (08:16)
Na FAO, ministra defende fim do protecionismo dos países desenvolvidos na agricultura (08:14)
Apoiado pelo Brasil, vice-ministro da Agricultura chinês é eleito novo diretor-geral da FAO (08:12)
Mercado do boi firme na volta do feriado (08:02)
Soja: mercado inicia semana intensa operando em alta na CBOT nesta 2ª feira (08:00)
Sexta-Feira, 21/06
Em Roma, Tereza Cristina afirma que vai trabalhar para eleição de candidato chinês na FAO (14:02)
Boi Gordo: preços da arroba voltam a subir no mercado paulista (13:11)
Suínos: diferença entre preço de exportação e o praticado no país diminui (13:10)
Frango: preços da carne e dos cortes estão em queda (08:02)
SC: alta de 51% nas exportações de carne suína em maio (07:48)
Avicultor 2019 será também no Espaço Cento e Quatro (07:43)
Previsão de safra recorde 'congestiona' cooperativas no Paraná (07:41)
O inverno que começa nesta sexta-feira terá influência do El Niño (07:38)
Copacol iniciou pagamento de complementação (07:36)
Preço médio do frango registrou valorização de 21,4% em MS em 2019 (07:34)
Embargo da UE de volta à pauta brasileira (07:30)
JBS desembolsa R$ 2,7 bi para amortizar dívidas com bancos no Brasil (07:21)
Soja encerra o pregão desta 5ª feira com ganhos na Bolsa de Chicago (07:17)
Mercado do milho fecha a sessão desta 5ª com com forte avanço em Chicago (07:16)
Mercado do boi retoma patamares de preços anteriores à episódio da vaca louca. (07:13)
Quinta-Feira, 20/06