Domingo, 20 de Outubro de 2019
Agronegócios

Produção de grãos do país crescerá 27% na próxima década, prevê estudo do Ministério
Brasília, DF, 25 de Julho de 2019 - Na próxima década, o Brasil vai produzir 300 milhões de toneladas de grãos, ou seja, mais 62,8 milhões de toneladas (27%). O crescimento anual deverá ser de 2,4% até 2028/29. Os números são do estudo Projeções do Agronegócio, Brasil 2018/19 a 2028/29, da Secretaria de Política Agrícola do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento e da Secretaria de Inteligência e Relações Estratégicas da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária, atualizados em julho deste ano.

O estudo leva em consideração para os cálculos a produção de grãos de 236,7 milhões de toneladas, segundo levantamento de maio da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab).
De acordo com José Garcia Gasques, coordenador-geral de Avaliação de Políticas e Informação do ministério e um dos pesquisadores das projeções, o aumento virá, principalmente, do cultivo de soja e de milho nos estados do Mato Grosso (+129,5 mil toneladas) e do Paraná (+ 64 mil toneladas).

Produtividade

A produtividade da agricultura (Produtividade Total dos Fatores – PTF) deve crescer no próximo decênio a uma taxa anual de 2,98%, pouco abaixo da calculada para anos anteriores.
“Além disso, testes realizados sobre os impactos de políticas mostram que entre outras medidas, os investimentos em pesquisa e as exportações do agronegócio são as principais variáveis impactando positivamente na produtividade”, destaca Gasques. O coordenador também cita o crédito rural e os preços agrícolas como fatores significativos para o aumento da produtividade.
O crescimento da produção agrícola no Brasil deverá continuar ocorrendo com base na produtividade. “Em grãos, esse fato é verificado ao observar que para os próximos dez anos, a produção está prevista crescer 27% e a área plantada, 15,3%”.

Com base na produtividade, a maior alta deverá ocorrer no norte e no centro nordeste do país.
O mercado interno, juntamente, com as exportações e os ganhos de produtividade, também irão alavancar o crescimento nos próximos dez anos.

A pesquisa usou dados da Conab, Embrapa, Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (United States Department of Agriculture/USDA, sigla em inglês), Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) e Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp).

Dinâmicos

Os produtos mais dinâmicos do agronegócio brasileiro (com maior crescimento) deverão ser carne suína, soja em grão, algodão em pluma, celulose, milho, carne de frango, leite e açúcar. Entre as frutas, os destaques são para a manga, uva e maçã.
As carnes (bovina, suína e de frango) devem passar do volume atual de 26 milhões de toneladas para 33 milhões de toneladas, alta de 27%. As carnes suínas e de frango são as que apresentam maior destaque nos próximos anos, com incremento de aproximadamente 28% cada uma.

Regiões

A maior expansão de produção se dará no Centro-Oeste: de 107,4 milhões de toneladas para 143 milhões de toneladas, com projeção de ganhos de produção de 33%.
Na Região Sul, o aumento será de 20% na produção de grãos, saindo de 78 milhões toneladas para 93,6 milhões toneladas.

A Região Norte crescerá 30% no período estudado, de quase 10 milhões de toneladas para 12,7 milhões de toneladas.
Entre os grandes estados produtores, Mato Grosso continuará liderando a expansão da produção de milho e soja no país, com aumentos previstos de 35,4% e 43,1%, respectivamente.

“O acréscimo da produção de milho deve ocorrer especialmente pela expansão da produção do milho de segunda safra”, explica Gasques.
O interesse pelo grão ocorre por causa da expansão da indústria do etanol de milho, principalmente no Centro-Oeste, e também como suprimento de ração animal por meio do DDG (Dried Destilers Grains), que é um subproduto rico em proteínas e fibras fornecido como alimento a bovinos, suínos e aves, exemplifica o coordenador.

A soja, carro-chefe do setor, deve ter forte expansão em estados da Região Norte (Tocantins, Rondônia e Pará). No Pará, a produção deve aumentar 51,3%; em Rondônia, 55,9%; e em Tocantins, 57,78%. Contribuem para isso a atração pela cultura e a abertura de novos modais de transporte nos próximos anos.
(MAPA) (Assessoria de Imprensa)
Imprimir esta notícia...
|
Deixe aqui sua opinião, insira seus comentários.
O espaço também é seu!

Domingo, 20/10
Sexta-Feira, 18/10
Evonik participa da Reunião Anual CBNA com palestras dirigidas (10:21)
Frango: maior procura eleva preços de cortes para churrasco (09:40)
Soja mantém leves altas nesta 6ª feira (08:47)
Tyson Foods proíbe o uso de ractopamina em ração para suínos (08:39)
Suíno Vivo: cotação em Minas Gerais tem alta de 2,94% (07:49)
Alta de preço para o boi e para a carne (07:48)
Boi: mercado futuro encerra mais uma sessão com valorizações no Brasil (07:45)
Milho sobe em Chicago nesta 5ª feira (07:43)
Soja fecha a 5ª feira com leves altas em Chicago (07:40)
Governo e setor produtivo discutem defesa sanitária na sede da ABPA (07:34)
Agricultura gaúcha propõe criação de quadros de fiscais e agentes fiscais agropecuários (06:40)
Cada vez mais, frango do Paraná chega à mesa dos chineses (06:38)
Deputado discute imposto de frigoríficos com Fazenda catarinense (06:36)
Agricultura aprova nova definição de agricultor familiar e empreendedor rural (06:35)
Quinta-Feira, 17/10
FACTA promove os cursos Internacional sobre incubação de ovos e Matrizes de Frango de Corte, em Recife (PE) (14:13)
10 Motivos para Participar do VI Workshop Sindiavipar (11:31)
AB Vista: OVUM em Lima foi o palco para o lançamento do Signis (11:27)
Instituto Ovos Brasil realiza ação em parceria com a Avipe e com o Clube Náutico Capibaribe (10:46)
Ação da ABPA & Apex-Brasil na ANUGA gera mais de US$ 110 milhões em exportações (10:04)
Secretaria de Agricultura comemora Dia do Ovo com degustação de variadas receitas e palestras no IZ (09:45)
Suínos: demanda segue firme e preço está em alta há seis semanas (09:43)
Boi: médias nominais do boi e da carne seguem em patamares recordes (09:42)
Certificadora halal brasileira é acreditada por países do Golfo (08:45)
Em 2019 PIB do agronegócio cresce 2%, estima consultoria (08:44)
Pecuária vai bem e gera mais renda pelo país neste ano (08:40)
Escândalo com salsicha contaminada na Europa (08:37)
Suíno Vivo: principais praças registram alta (08:31)
Valor da Produção Agropecuária de 2019 sobe para R$ 606,2 bilhões (08:15)
Balança comercial entre Brasil e países árabes (08:13)
Boi Gordo: mercado em alta na segunda quinzena de outubro (08:09)
Boi: vencimento outubro para 2020 atinge R$ 180,00/@ na Bolsa Brasileira (08:07)
Soja sobe em Chicago nesta 5ª feira (08:04)
Milho fecha quarta-feira com perdas em Chicago, pressionadas pelo avanço da colheita (08:00)
Quarta-Feira, 16/10
Secretaria de Agricultura e Abastecimento incentiva hábitos alimentares práticos e saudáveis (14:00)
Mês do Ovo: Padaria em Campinas recebe ação do Instituto Ovos Brasil na hora do almoço (13:28)
R$0,25 a mais no preço de lanche pode reduzir sofrimento de milhões de animais, diz ONG (12:38)
Luiz Felipe Caron palestra para equipe da Zanchetta Alimentos (11:48)
Produtores rurais poderão refinanciar dívidas com juros de 8% ao ano (11:48)
Sucesso resume a primeira edição do Workshop do Dia do Ovo (08:45)
Cargill nomeia Paulo Sousa para presidência da empresa no Brasil (08:39)
Soja marca novo dia de estabilidade nesta 4ª em Chicago (08:36)
Suíno Vivo: cotação tem alta em todas as praças do país (07:57)
Boi: Futuro encerra 3ª feira com ganhos (07:54)
PIB do agronegócio cresce 0,64% em 2019 (07:51)
Boi Gordo: escalas divergentes em São Paulo (07:50)
Preço da carne bovina sem osso sobe na semana (07:49)
Milho: terça-feira encerra mercado com quedas na Bolsa de Chicago (07:48)
Soja: preços sobem até 4% no interior do Brasil (07:46)
Mapa e OCB firmam acordo para promover intercâmbio e internacionalização de cooperativas (07:44)
Santa Catarina amplia as exportações de carne suína para a China (07:42)
Paraná suspende vacinação de bovinos e bubalinos contra a febre aftosa (07:20)
Languiru quer exportar pés de galinha para o mercado asiático (07:18)
Produtores de milho dos EUA perdem terreno para Brasil e Ucrânia (07:17)
China condiciona compras agrícolas à redução de tarifas dos EUA (07:15)
C.VALE é premiada por excelência de gestão (07:13)
Terça-Feira, 15/10
Sistema de autocontrole do Mapa tem indústria de proteína animal entre suas prioridades (13:32)
Sanphar adquire laboratório mineiro de vacinas Ipeve (10:07)
Membros da ABPA são homenageados no OVUM 2019 (10:05)
Soja opera estável nesta 3ª em Chicago (08:09)
Suíno Vivo: principais praças do país registram altas (07:21)
SP registra valorização do boi gordo (07:11)
Carne Bovina: dados do MDIC reforçam possibilidade de exportações recordes em outubro (07:10)
VBP da agropecuária fica estável em 2019 (07:09)
Milho começa nova semana estável em Chicago (07:07)
Soja fecha com leves altas em Chicago nesta 2ª e mercado espera definições (07:06)
Tamanho da demanda chinesa vai definir rumo dos preços da soja em Chicago (07:00)
BRF tem 44 vagas de trainee com salário de R$ 6.500; inscrição vai até 3/11 (06:17)