Quinta-feira, 17 de Outubro de 2019
Matérias-Primas

Soja recua no interior e portos do Brasil com pressão do dólar e leve recuo de Chicago
Campinas, SP, 04 de Outubro de 2019 - Os preços da soja fecharam em queda no mercado brasileiro nesta quinta-feira (3). A baixa intensa do dólar de mais de 1%, que levou a moeda americana de volta aos R$ 4,08, e mais o leve recuo das cotações da oleaginosa na Bolsa de Chicago criaram um ambiente de pressão tanto no interior, quanto nos portos do país.

Em Paranaguá, baixa de 1,14% para R$ 87,00 por saca no disponível e de 1,16% para R$ 85,00 na referência de março do ano que vem. Já em Rio Grande, perdas de 1,71% para R$ 86,20 no spot e de 0,46% no mercado futuro, para R$ 86,00 por saca.

No interior, entre as principais praças de comercialização pesquisadas pelo Notícias Agrícolas, as perdas variaram entre 0,64% e 2,70%, com os indicativos de preços oscilando entre R$ 71,00 e R$ 84,00 por saca.

Como explicou o consultor de mercado Vlamir Brandalizze, da Brandalizze Consulting, apesar da pressão, ainda encontra suporte na demanda intensa pela soja brasileira, tanto na exportação, quanto internamente. Regionalmente, os negócios para as indústrias locais já acontecem com valores entre R$ 1,00 e R$ 1,50 por saca acima do que se liquidaria a soja no porto para exportação.

"Um bom exemplo é Rondonópolis, em Mato Grosso. Por lá, os preços rodam perto de R$ 78,00 por saca, enquanto na exportação liquidariam entre R$ 75,00 e R$ 76,00", explica o analista.

De outro lado, os prêmios no mercado nacional também chamam a atenção. Nos últimos dias, os valores cederam um pouco principalmente nas referências para o produto da safra velha diante de uma demanda um pouco mais presente da China no mercado norte-americano.

Para a safra nova, ainda segundo Vlamir Brandalizze, os prêmios são bons e estão acima da média histórica diante das perspectivas de o Brasil colher uma safra recorde de 125 milhões de toneladas, ou algo próximo disso. São valores atuando no intervalo de 35 a 50 centavos de dólar acima dos valores do bushel na Bolsa de Chicago.

BOLSA DE CHICAGO

Na Bolsa de Chicago, as cotações fecharam o dia com estabilidade nesta quinta-feira, porém, em campo negativo. Os principais vencimentos perderam entre 1,75 e 2 pontos, levando o novembro/19 a US$ 9,11 e o maio/20, referência para a safra brasileira, a US$ 9,46 por bushel.

O mercado chegou a reagir com alguns ganhos ao longo do dia depois de notícias de demanda da China nos EUA, porém, o mercado logo foi devolvendo essas altas. "A ansiedade do mercado foi reduzida ao longo destas últimas 36 horas. Nenhuma nova notícia “especulável” foi publicada na mídia, deixando operadores do mercado sem munição para negociações de curto-prazo", explicaram os analistas da ARC Mercosul.

Primeiro, o USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos) trouxe as vendas semanais norte-americanas para exportação bem acima das expectativas. Foram mais de 2 milhões de toneladas, enquanto o mercado esperava algo entre 900 mil e 1,4 milhão de toneladas, e o principal destino foi a China. Ainda assim, porém, o total das vendas no ano comercial seguem abaixo do registrado no mesmo período do ano anterior.

Além disso, o USDA trouxe também o anúncio de uma nova venda de soja para a China de 252 mil toneladas, com todo o volume referente à safra 2019/20. Ontem, um outro anúncio já foi feito de outras 464 mil toneladas. No início da semana, o mercado já especulava compras de 1 milhão de toneladas, e indicando as confirmações com volumes parciais.

No paralelo, os traders também se mantém atentos às relações entre China e EUA, visto que se encontram as delegações de alto escalão na capital americana na semana que vem. Um acordo final, porém, ainda se mostra distante, conforme acreditam especialistas.

Atenção ainda às condições de clima para o desenvolvimento da colheita nos EUA, que não são favoráveis neste momento, e às baixas produtividades que começam a ser registrada neste início dos trabalhos de campo.
(Notícias Agrícolas) (Carla Mendes)
Imprimir esta notícia...
|
Deixe aqui sua opinião, insira seus comentários.
O espaço também é seu!

Quinta-Feira, 17/10
FACTA promove os cursos Internacional sobre incubação de ovos e Matrizes de Frango de Corte, em Recife (PE) (14:13)
10 Motivos para Participar do VI Workshop Sindiavipar (11:31)
AB Vista: OVUM em Lima foi o palco para o lançamento do Signis (11:27)
Instituto Ovos Brasil realiza ação em parceria com a Avipe e com o Clube Náutico Capibaribe (10:46)
Ação da ABPA & Apex-Brasil na ANUGA gera mais de US$ 110 milhões em exportações (10:04)
Secretaria de Agricultura comemora Dia do Ovo com degustação de variadas receitas e palestras no IZ (09:45)
Suínos: demanda segue firme e preço está em alta há seis semanas (09:43)
Boi: médias nominais do boi e da carne seguem em patamares recordes (09:42)
Certificadora halal brasileira é acreditada por países do Golfo (08:45)
Em 2019 PIB do agronegócio cresce 2%, estima consultoria (08:44)
Pecuária vai bem e gera mais renda pelo país neste ano (08:40)
Escândalo com salsicha contaminada na Europa (08:37)
Suíno Vivo: principais praças registram alta (08:31)
Valor da Produção Agropecuária de 2019 sobe para R$ 606,2 bilhões (08:15)
Balança comercial entre Brasil e países árabes (08:13)
Boi Gordo: mercado em alta na segunda quinzena de outubro (08:09)
Boi: vencimento outubro para 2020 atinge R$ 180,00/@ na Bolsa Brasileira (08:07)
Soja sobe em Chicago nesta 5ª feira (08:04)
Milho fecha quarta-feira com perdas em Chicago, pressionadas pelo avanço da colheita (08:00)
Quarta-Feira, 16/10
Secretaria de Agricultura e Abastecimento incentiva hábitos alimentares práticos e saudáveis (14:00)
Mês do Ovo: Padaria em Campinas recebe ação do Instituto Ovos Brasil na hora do almoço (13:28)
R$0,25 a mais no preço de lanche pode reduzir sofrimento de milhões de animais, diz ONG (12:38)
Luiz Felipe Caron palestra para equipe da Zanchetta Alimentos (11:48)
Produtores rurais poderão refinanciar dívidas com juros de 8% ao ano (11:48)
Sucesso resume a primeira edição do Workshop do Dia do Ovo (08:45)
Cargill nomeia Paulo Sousa para presidência da empresa no Brasil (08:39)
Soja marca novo dia de estabilidade nesta 4ª em Chicago (08:36)
Suíno Vivo: cotação tem alta em todas as praças do país (07:57)
Boi: Futuro encerra 3ª feira com ganhos (07:54)
PIB do agronegócio cresce 0,64% em 2019 (07:51)
Boi Gordo: escalas divergentes em São Paulo (07:50)
Preço da carne bovina sem osso sobe na semana (07:49)
Milho: terça-feira encerra mercado com quedas na Bolsa de Chicago (07:48)
Soja: preços sobem até 4% no interior do Brasil (07:46)
Mapa e OCB firmam acordo para promover intercâmbio e internacionalização de cooperativas (07:44)
Santa Catarina amplia as exportações de carne suína para a China (07:42)
Paraná suspende vacinação de bovinos e bubalinos contra a febre aftosa (07:20)
Languiru quer exportar pés de galinha para o mercado asiático (07:18)
Produtores de milho dos EUA perdem terreno para Brasil e Ucrânia (07:17)
China condiciona compras agrícolas à redução de tarifas dos EUA (07:15)
C.VALE é premiada por excelência de gestão (07:13)
Terça-Feira, 15/10
Sistema de autocontrole do Mapa tem indústria de proteína animal entre suas prioridades (13:32)
Sanphar adquire laboratório mineiro de vacinas Ipeve (10:07)
Membros da ABPA são homenageados no OVUM 2019 (10:05)
Soja opera estável nesta 3ª em Chicago (08:09)
Suíno Vivo: principais praças do país registram altas (07:21)
SP registra valorização do boi gordo (07:11)
Carne Bovina: dados do MDIC reforçam possibilidade de exportações recordes em outubro (07:10)
VBP da agropecuária fica estável em 2019 (07:09)
Milho começa nova semana estável em Chicago (07:07)
Soja fecha com leves altas em Chicago nesta 2ª e mercado espera definições (07:06)
Tamanho da demanda chinesa vai definir rumo dos preços da soja em Chicago (07:00)
BRF tem 44 vagas de trainee com salário de R$ 6.500; inscrição vai até 3/11 (06:17)
Segunda-Feira, 14/10
Auster Nutrição Animal participa do Ciclo de Palestras e Atualização Avícola, em Sergipe (11:21)
Instituto Ovos Brasil e Fazenda da Toca participam do Congresso de Nutrição Comportamental (09:56)
Ovos: exportações recuam para menor patamar desde novembro (09:55)
Milho: preços se mantém em alta (09:54)
Soja: atividades de semeio avançam; vendedor está retraído (09:53)
Ovos: avicultura gaúcha se mobiliza para criação de selo nacional de qualidade (09:51)
Produzir aves sem antibióticos exige tempo de aprendizagem, diz executivo (09:11)
Pedido de painel contra UE na OMC volta à pauta (09:08)
Soja: mercado inicia semana com estabilidade em Chicago (08:05)
Milho se recupera de perdas para fechar a semana em alta (08:00)
Suíno Vivo: PR, SC e SP registram alta na sexta-feira (07:54)
Boi: mercado de novilhas aquecido (07:52)
Sexta-Feira, 11/10
Evonik tem novo presidente para a região América Central e do Sul (16:04)
YAMI - Youth Agribusiness Movement International encerra sua primeira edição e amplifica presença do jovem no agronegócio (16:02)
Primeiro substituto de ovos do Brasil é um dos destaques da Superminas Food Show 2019 (16:00)
SP: Preços Agropecuários acumulam alta de 0,43% em setembro (15:46)
Contratações de crédito rural nos três primeiros meses da Safra 2019/2020 somam R$ 59 bilhões (12:26)
Globo Roraima e Semana do Ovo: Ação em escola de Boa Vista (11:55)
Ciclo de Palestras e Atualização Avícola será realizado em Outubro (11:02)
Cobb-Vantress promove palestra e coquetel no OVUM 2019 (10:40)
Programa Ovos RS em Portugal: Receita de Bacalhau Gratinado (10:29)
Frango: queda no preço do frango eleva competitividade (10:23)
Milho abre a sexta com alta em Chicago, se reajustando após grandes perdas de ontem (10:20)
Hedge em dólar e China ajudarão a garantir investimentos da Aurora (09:22)
Políticos do Oeste de SC debatem licenciamentos ambientais (09:22)
Um ovo, dois ovos, milhões de ovos em Pernambuco (09:16)
Suíno Vivo: principais praças do país registram alta (09:05)
Mercado de carne bovina em alta (09:00)