Quinta-feira, 17 de Outubro de 2019
Exportação

Brasil ainda tenta contornar barreiras a carnes

Retomada da venda de carne bovina in natura aos EUA parece mais próxima que fim de trava a frango na UE
Genebra, 08 de Outubro de 2019 - A retomada das exportações brasileiras de carne bovina in natura aos Estados Unidos poderá ocorrer antes da reabertura do mercado europeu para 20 frigoríficos de carne de frango do país embargados no ano passado por Bruxelas, apurou a reportagem. Mas a ministra da Agricultura, Tereza Cristina, que fez ontem sua primeira visita à Organização Mundial do Comércio (OMC), manifestou esperança sobre a derrubada das travas nos dois mercados.

“Com relação às 20 plantas de carne de frango suspensas pela UE, não há mais motivos para isso, porque elas fizeram o dever de casa”, afirmou a ministra ao Valor. “Quanto aos Estados Unidos, uma missão de vistoria esteve no Brasil e [Washington] prometeu que até o final deste mês teríamos uma resposta”, lembrou Tereza Cristina.

No caso da barreira europeia, estima-se que o Brasil esteja perdendo a chance de realizar vendas da ordem de US$ 1 bilhão por ano; no dos EUA, o potencial de embarques seria da ordem de US$ 300 milhões por ano, de acordo com estimativas da iniciativa privada.

Conforme fontes que acompanham os dois trâmites, as perspectivas são diferentes. E parecem mais adiantadas no caso dos EUA, uma vez que o processo para a retomada das exportações brasileiras de carne bovina in natura para aquele mercado já está na mesa do secretário americano da Agricultura, Sonny Perdue, para a decisão final. O fim dessa sanção foi uma das principais demandas do Brasil durante a visita do presidente Jair Bolsonaro a Washington, em março.

Já sobre a suspensão do embargo imposto pela UE a 20 frigoríficos brasileiros de carne de frango, no ano passado, após a terceira fase da Operação Carne Fraca, o bloco europeu recentemente fez um novo balanço no qual sinaliza que ainda há um caminho a ser percorrido antes que a situação volte a se normalizar.

O relatório, ainda não publicado, reconhece melhoras no sistema sanitário brasileiro com as medidas adotadas para corrigir as deficiências detectadas por Bruxelas. Mas acrescenta que é preciso confirmar que as medidas foram implementadas na íntegra e testadas num tempo suficientemente longo para avaliar sua aplicação na prática. A autoridade europeia ainda prevê realizar uma auditoria no Brasil para revisar os sistemas de controle oficiais.

Além disso, conforme uma fonte que conhece bem os europeus, o contexto atual, com alguns países da UE pouco favoráveis à abertura para carnes brasileiras, sugere prudência.

Nesse contexto, Tereza Cristina continua a alimentar boas perspectivas com a China. Ela chegará a Pequim no dia 20, antecipando-se ao presidente Bolsonaro, para continuar a negociação para que mais frigoríficos brasileiros possam exportar ao mercado chinês. Recentemente, Pequim habilitou 25 novos frigoríficos, mas, segundo a ministra, outros documentos serão entregues pelo Brasil para ampliar o número.


Também terá prosseguimento a renegociação do acordo para a exportação de milho brasileiro para a China, que nunca decolou como Brasília previa. E há discussões para vendas de farelo de soja e caroço de algodão, com enorme potencial de vendas diante do tamanho do mercado chinês. Também há uma possibilidade de que, durante a visita de Bolsonaro a Pequim, seja assinado um acordo para facilitar as exportações de melão e pera ao país asiático.

Segundo a ministra, ainda serão positivos os resultados das exportações de soja em grão do Brasil para a China neste ano - em 2018 o volume bateu recorde graças às disputas comerciais sino-americanas -, mas lembrou que haverá queda, uma vez que a demanda chinesa para a produção de ração para porcos está menor por causa da epidemia de peste suína africana no país.

Na entrevista ao Valor, a ministra destacou, ainda, a recente abertura da Indonésia para as exportações de carne bovina por parte de dez frigoríficos brasileiros, que deverão alcançar 50 mil toneladas. E disse aguardar para breve o acordo que tornará viável os embarques de boi vivo e melão do Brasil para o Vietnã.


Na OMC, a ministra se encontrou ontem com o diretor-geral da entidade, Roberto Azevêdo, e participou do Dia Mundial do Algodão. Em seu discurso, reforçou a ambição brasileira de ampliar sua fatia nas exportações mundiais de algodão, dos atuais 10% para 15% no futuro.

Depois de a ministra citar que o Brasil era o terceiro maior exportador mundial, dirigentes da Abrapa, entidade que representa produtores brasileiros - e que também estavam presentes em Genebra - mostraram a ela que dados mais recentes confirmam que o Brasil já superou a Índia e já assumiu o segundo lugar, atrás dos EUA. “É importante ressaltar o comprometimento do setor produtivo com a sustentabilidade. O Brasil é líder na certificação socioambiental de algodão. Tem mais de 80% da sua produção certificada”, disse ela.
(Valor) (Assis Moreira)
Imprimir esta notícia...
|
Deixe aqui sua opinião, insira seus comentários.
O espaço também é seu!

Quinta-Feira, 17/10
FACTA promove os cursos Internacional sobre incubação de ovos e Matrizes de Frango de Corte, em Recife (PE) (14:13)
10 Motivos para Participar do VI Workshop Sindiavipar (11:31)
AB Vista: OVUM em Lima foi o palco para o lançamento do Signis (11:27)
Instituto Ovos Brasil realiza ação em parceria com a Avipe e com o Clube Náutico Capibaribe (10:46)
Ação da ABPA & Apex-Brasil na ANUGA gera mais de US$ 110 milhões em exportações (10:04)
Secretaria de Agricultura comemora Dia do Ovo com degustação de variadas receitas e palestras no IZ (09:45)
Suínos: demanda segue firme e preço está em alta há seis semanas (09:43)
Boi: médias nominais do boi e da carne seguem em patamares recordes (09:42)
Certificadora halal brasileira é acreditada por países do Golfo (08:45)
Em 2019 PIB do agronegócio cresce 2%, estima consultoria (08:44)
Pecuária vai bem e gera mais renda pelo país neste ano (08:40)
Escândalo com salsicha contaminada na Europa (08:37)
Suíno Vivo: principais praças registram alta (08:31)
Valor da Produção Agropecuária de 2019 sobe para R$ 606,2 bilhões (08:15)
Balança comercial entre Brasil e países árabes (08:13)
Boi Gordo: mercado em alta na segunda quinzena de outubro (08:09)
Boi: vencimento outubro para 2020 atinge R$ 180,00/@ na Bolsa Brasileira (08:07)
Soja sobe em Chicago nesta 5ª feira (08:04)
Milho fecha quarta-feira com perdas em Chicago, pressionadas pelo avanço da colheita (08:00)
Quarta-Feira, 16/10
Secretaria de Agricultura e Abastecimento incentiva hábitos alimentares práticos e saudáveis (14:00)
Mês do Ovo: Padaria em Campinas recebe ação do Instituto Ovos Brasil na hora do almoço (13:28)
R$0,25 a mais no preço de lanche pode reduzir sofrimento de milhões de animais, diz ONG (12:38)
Luiz Felipe Caron palestra para equipe da Zanchetta Alimentos (11:48)
Produtores rurais poderão refinanciar dívidas com juros de 8% ao ano (11:48)
Sucesso resume a primeira edição do Workshop do Dia do Ovo (08:45)
Cargill nomeia Paulo Sousa para presidência da empresa no Brasil (08:39)
Soja marca novo dia de estabilidade nesta 4ª em Chicago (08:36)
Suíno Vivo: cotação tem alta em todas as praças do país (07:57)
Boi: Futuro encerra 3ª feira com ganhos (07:54)
PIB do agronegócio cresce 0,64% em 2019 (07:51)
Boi Gordo: escalas divergentes em São Paulo (07:50)
Preço da carne bovina sem osso sobe na semana (07:49)
Milho: terça-feira encerra mercado com quedas na Bolsa de Chicago (07:48)
Soja: preços sobem até 4% no interior do Brasil (07:46)
Mapa e OCB firmam acordo para promover intercâmbio e internacionalização de cooperativas (07:44)
Santa Catarina amplia as exportações de carne suína para a China (07:42)
Paraná suspende vacinação de bovinos e bubalinos contra a febre aftosa (07:20)
Languiru quer exportar pés de galinha para o mercado asiático (07:18)
Produtores de milho dos EUA perdem terreno para Brasil e Ucrânia (07:17)
China condiciona compras agrícolas à redução de tarifas dos EUA (07:15)
C.VALE é premiada por excelência de gestão (07:13)
Terça-Feira, 15/10
Sistema de autocontrole do Mapa tem indústria de proteína animal entre suas prioridades (13:32)
Sanphar adquire laboratório mineiro de vacinas Ipeve (10:07)
Membros da ABPA são homenageados no OVUM 2019 (10:05)
Soja opera estável nesta 3ª em Chicago (08:09)
Suíno Vivo: principais praças do país registram altas (07:21)
SP registra valorização do boi gordo (07:11)
Carne Bovina: dados do MDIC reforçam possibilidade de exportações recordes em outubro (07:10)
VBP da agropecuária fica estável em 2019 (07:09)
Milho começa nova semana estável em Chicago (07:07)
Soja fecha com leves altas em Chicago nesta 2ª e mercado espera definições (07:06)
Tamanho da demanda chinesa vai definir rumo dos preços da soja em Chicago (07:00)
BRF tem 44 vagas de trainee com salário de R$ 6.500; inscrição vai até 3/11 (06:17)
Segunda-Feira, 14/10
Auster Nutrição Animal participa do Ciclo de Palestras e Atualização Avícola, em Sergipe (11:21)
Instituto Ovos Brasil e Fazenda da Toca participam do Congresso de Nutrição Comportamental (09:56)
Ovos: exportações recuam para menor patamar desde novembro (09:55)
Milho: preços se mantém em alta (09:54)
Soja: atividades de semeio avançam; vendedor está retraído (09:53)
Ovos: avicultura gaúcha se mobiliza para criação de selo nacional de qualidade (09:51)
Produzir aves sem antibióticos exige tempo de aprendizagem, diz executivo (09:11)
Pedido de painel contra UE na OMC volta à pauta (09:08)
Soja: mercado inicia semana com estabilidade em Chicago (08:05)
Milho se recupera de perdas para fechar a semana em alta (08:00)
Suíno Vivo: PR, SC e SP registram alta na sexta-feira (07:54)
Boi: mercado de novilhas aquecido (07:52)
Sexta-Feira, 11/10
Evonik tem novo presidente para a região América Central e do Sul (16:04)
YAMI - Youth Agribusiness Movement International encerra sua primeira edição e amplifica presença do jovem no agronegócio (16:02)
Primeiro substituto de ovos do Brasil é um dos destaques da Superminas Food Show 2019 (16:00)
SP: Preços Agropecuários acumulam alta de 0,43% em setembro (15:46)
Contratações de crédito rural nos três primeiros meses da Safra 2019/2020 somam R$ 59 bilhões (12:26)
Globo Roraima e Semana do Ovo: Ação em escola de Boa Vista (11:55)
Ciclo de Palestras e Atualização Avícola será realizado em Outubro (11:02)
Cobb-Vantress promove palestra e coquetel no OVUM 2019 (10:40)
Programa Ovos RS em Portugal: Receita de Bacalhau Gratinado (10:29)
Frango: queda no preço do frango eleva competitividade (10:23)
Milho abre a sexta com alta em Chicago, se reajustando após grandes perdas de ontem (10:20)
Hedge em dólar e China ajudarão a garantir investimentos da Aurora (09:22)
Políticos do Oeste de SC debatem licenciamentos ambientais (09:22)
Um ovo, dois ovos, milhões de ovos em Pernambuco (09:16)
Suíno Vivo: principais praças do país registram alta (09:05)
Mercado de carne bovina em alta (09:00)