Terça-feira, 21 de Janeiro de 2020
Produção

Suínos: com preços em alta, é hora de aumentar o plantel?

As exportações continuam aquecidas e, para analista, não devem esfriar tão cedo, já que a quebra na produção chinesa é muito grande.
Campinas, SP, 29 de Outubro de 2019 - O poder de compra do suinocultor paulista em outubro está 18% maior do que em setembro e 42% maior em relação ao mesmo período do ano passado, indica o Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea).

Nem mesmo as altas nas cotações do milho e do farelo de soja impediram que o indicador chegasse ao maior patamar desde julho. Com um quilo do animal, os produtores conseguem comprar 7,5 kg de milho ou 4 kg de farelo de soja.

As exportações puxaram o aumento e o dólar acima de R$ 4 deu força. “Acaba ficando bastante atrativo para a indústria exportar, então ela vai em busca de animais e vai remunerar melhor o suinocultor”, diz a analista de mercado do Cepea Juliana Ferraz.

A pesquisadora alerta que os frigoríficos que atendem exclusivamente o mercado interno terão mais dificuldade. “Vão ter que pagar um valor alto pelo animal vivo e, depois repassar, no valor da carne. Em uma economia que ainda está patinando, fica um pouquinho difícil’, afirma. Os preços domésticos estão aquecidos e subiram 4% em Minas Gerais, São Paulo e oeste de Santa Catarina.

Quando às exportações, até outubro, o Brasil embarcou 155 mil toneladas de carne suína, 33% mais do que nos nove primeiros meses de 2018. O bom resultado se deve muito à demanda chinesa, em meio ao surto de peste suína africana.

Com a viagem do presidente Jair Bolsonaro e da ministra da Agricultura, Tereza Cristina, à Ásia, a expectativa do setor é de abrir novos mercados e diminuir a dependência da China. “Poderemos aumentar o volume de embarques e não apenas para a China, mas para outros países da região, porque 22 países do mundo estão infectados com a peste suína africana”, afirma o presidente da Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA), Francisco Turra.

Para José Carlos Hausknecht, sócio-diretor da MB Agro, é hora de investir. “Vale a pena pensar em aumentar o plantel, porque não estamos vendo esses problemas [o surto da doença] se resolverem no curto prazo”, diz.

Em sua análise, Hausknecht não descarta o fim da guerra comercial entre Estados Unidos e China e a retomada dos embarques americanos para a gigante asiática, mas diz que isso não muda o cenário. “O nível da queda da produção [de suínos na China é tão grande que EUA, Europa e Brasil não resolvem sozinhos”, diz.

Por outro lado, o presidente da Associação Paulista de Criadores de Suínos (APCS), Valdomiro Ferreira, diz que pode ser o momento de ter cautela. “Utilize a sua rentabilidade neste momento para investir na fábrica de ração e na granja, principalmente nas questões de manejo, instalações. Não aumente seu plantel. Use sua rentabilidade para melhorar o que foi estragado ao longo dos últimos dois anos”, defende.
(Cana Rural) (Redação)
Imprimir esta notícia...
|
Deixe aqui sua opinião, insira seus comentários.
O espaço também é seu!

Terça-Feira, 21/01
PIB-AGRO/CEPEA: movimento de alta segue firme, com sustentação vinda da pecuária (15:41)
AB Vista vai apresentar o primeiro produto 'stimbiótico' no IPPE 2020 (14:47)
Soja: mercado recua em Chicago nesta 3ª feira (14:26)
Carnes: exportações aceleram em 2020 (12:44)
PIB do agro acumula alta de 1,15% até outubro de 2019 (12:35)
Obrigado ao Agronegócio por 2019 (11:19)
Fluxo de negócios no mercado físico do milho está ligeiramente maior (10:49)
Alemanha confirma caso de gripe aviária H5N8 em aves selvagens (10:37)
Ucrânia relata primeiro caso de gripe aviária H5 em três anos (10:22)
Alemanha e Polônia discutem nova ação para prevenir a peste suína (09:55)
Boi Gordo: ausência de negócios está reduzindo os estoques da indústria de SP (09:46)
Milho: Bolsa de Chicago volta do feriado com queda para as cotações (09:45)
Mapa negocia R$ 1,5 bilhão para apoiar contratação do seguro rural em 2021 (09:42)
Exportações brasileiras de milho em janeiro estão 35,6% menores do que mesmo mês de 2019 (09:00)
Frango: aumento para a ave viva em São Paulo chega a 12% (07:55)
Produção de suínos deve crescer 4% em 2020; exportações aumentarão 15% (07:50)
Boi: frigoríficos seguem fora das compras de animais e atentos as vendas no atacado (07:45)
Milho: mercado interno não registra movimentações nesta segunda-feira (07:40)
Soja: Mercado brasileiro inicia semana com preços estáveis (07:35)
Segunda-Feira, 20/01
CBNA divulga agenda de eventos para 2020 (14:31)
Especialistas da Cobb-Vantress debatem incubação de ovos e matrizes de frango (13:09)
Feriado nos EUA reduz liquidez no mercado do milho (10:57)
Milho: indicador CEPEA segue em alta e se aproxima do recorde nominal (10:52)
Gigantes da inovação estarão no Show Rural Digital 2020 da Coopavel (10:25)
Ovos: exportações são as menores desde julho de 2006 (09:53)
Soja: com preços elevados, produtor retoma negociação (09:51)
Boi gordo: indústria pressionou os preços de balcão na última semana (09:50)
Ministro da Agricultura da China incentiva autoridades a prevenir a recorrência da peste suína africana (09:49)
China importará um Brasil de carne suína em 2020, prevê Rabobank (09:44)
Granjas avícolas registradas no IMA mostram a força da avicultura mineira (09:14)
Preço do farelo de soja tem alta em janeiro (08:27)
Tecnologia que duplica grãos de milho é destaque na Dinetec (08:21)
Frango: regiões exportadoras têm preços melhores que áreas com forte consumo interno (08:05)
Suínos: preço do animal vivo continua caindo em algumas praças produtoras (08:00)
Cotação da arroba do boi registra queda na última semana (07:57)
Soja do Brasil pode competir por demanda da China apesar de acordo (07:56)
Soja: soja registra alta na sexta-feira (07:50)
Milho: sexta-feira recupera cotações em Chicago (07:45)
Sexta-Feira, 17/01
Negócios no mercado físico do milho estão menos travados (14:40)
Boi Gordo: semana foi marcada pela pressão de baixa da indústria (14:34)
Efeito de acordo EUA-China no Brasil para aves e suínos é limitado (14:32)
Perspectiva de crescimento para mercado de aves e suínos em 2020 (14:28)
Rabobank: perspectivas do Agronegócio no Brasil em 2020 (14:27)
Granja Pinheiros recebe equipe da Vetanco (13:00)
Pecuária e grãos impulsionam IPPA/Cepea no quarto trimestre de 2019 (12:28)
Milho sobe em Chicago após acordo EUA-México-Canadá (12:24)
Comércio Brasil-Irã não deve diminuir com crise com EUA, diz professor da FGV (12:18)
Demanda firme reduz impacto de acordo EUA-China para frango e suíno do Brasil (12:16)
Produção de carne suína da China registra queda em 2019 (10:15)
Carne bovina sem osso caiu 1,1% nesta semana no atacado (08:50)
Soja opera com leves baixas e estabilidade em Chicago nesta 6ª feira (08:48)
Energia elétrica: suspenso o recadastramento das propriedades rurais (08:08)
Frango: volume de exportação em dezembro é o maior de 2019 (07:25)
Imea aponta que milho vai continuar em alta durante 2020 (06:58)
Frango: mercado em busca de ajustes (06:50)
Suínos: demanda fraca mantém lentidão nas cotações (06:42)
Pressão continua no mercado do boi gordo (06:40)
Boi: frigoríficos seguem afastados das compras (06:39)
Exportações de carne surpreendem neste início de ano (06:31)
Milho despenca em Chicago com dúvidas sobre compras da China (06:30)
Soja: Chicago tem novo dia de baixas nesta 5ª feira (06:25)
Quinta-Feira, 16/01
Agropecuária do MS gera empregos acima da média nacional (12:30)
Milho está na lista de compras chinesas de produtos agropecuários norte-americanos (10:41)
Boi Gordo: escalas de abate estão nos menores níveis dos últimos meses (10:38)
No Brasil, impacto do acordo entre China e EUA deve ser limitado (10:29)
Estiagem provoca perdas na agricultura e morte de aves em aviários em Marau, RS (10:24)
Acordo EUA-China estabelece regras para cotas tarifárias de produtos agrícolas (10:23)
Incentivo acarreta crescimento expressivo da avicultura em Barão de Cotegipe (RS) (10:21)
Milho: quinta-feira começa com perdas em Chicago (09:26)
Suínos: demanda se enfraquece e preços do vivo e da carne recuam (07:28)
Boi: setor aumenta investimento e produtividade é a maior da história (07:27)
Frango: mercado sem muitas movimentações nesta quarta-feira (07:23)
Demanda ruim dita rumo do mercado do boi (07:21)
Suínos: mercado em busca de ajustes (07:20)
Milho encerra a quarta-feira com baixas em Chicago (07:19)
Soja: preços seguem estáveis no Brasil (07:17)
ABPA apresenta trabalho setorial para a sustentabilidade durante o GFFA 2020 (07:10)
Quarta-Feira, 15/01
Avicultura deve continuar recuperando preços no começo de 2020 (14:32)
Preços dos ovos recuam 7,3% na semana puxados pelas carnes, afirma Cepea (12:32)
Valores futuros de carne suína se recuperam em Chicago (10:21)
Segundo caso de gripe aviária H5N8 é encontrado na Hungria em uma semana (10:20)
Florianópolis (SC) sedia, em setembro, a 13ª edição do Simpósio da ACAV (09:57)
São Paulo envia o primeiro lote de frango para China (09:52)
VBP do campo caminha para bater novo recorde (09:50)
Milho: fluxo de negócios ainda é tímido (09:26)
Boi Gordo: pressão baixista da indústria prosseguiu nesta semana em SP (09:20)
Custos de produção de suínos e de frangos de corte acumulam altas em 2019 (08:33)
Perdigão e Sesc alcançam o marco de 1 milhão de aves natalinas doadas em quatro anos de parceria (08:27)
Valor da Produção Agropecuária de 2019 atinge recorde de R$ 630,9 bilhões (08:23)
Frango: movimentações no mercado seguem em ritmo lento (08:08)
Santa Catarina tem o melhor desempenho da história na exportação de carnes em 2019 (08:06)
Suínos: terça-feira de quedas no mercado (08:06)
Milho encerra a terça-feira estável em Chicago (08:05)
Seca agrava escassez do milho em SC (08:01)
Boi: cotação da arroba registra queda 1,5% em SP (08:00)
Soja: mercado de lado e sem grandes mudanças em Chicago (07:55)
Pressão sobre a cotação da arroba do boi gordo (07:50)