Segunda-feira, 09 de Dezembro de 2019
Saúde Animal

O futuro dos antibióticos depende de todos nós
Brasília , 19 de Novembro de 2019 - Esse é o tema da campanha da Organização Mundial da Saúde (OMS) de 2019, que, de 18 a 24 de novembro, promove a Semana Mundial de Conscientização sobre Antibióticos. O objetivo é promover a conscientização global sobre a resistência a antibióticos e incentivar as melhores práticas entre o público em geral, os profissionais de saúde e os formuladores de políticas para evitar o surgimento e a disseminação adicionais da resistência a antibióticos.

Os agentes antimicrobianos são medicamentos usados para tratar infecções, principalmente aquelas de origem bacteriana. São medicamentos essenciais para proteger a saúde humana e animal, mas o uso excessivo ou inadequado tem levado ao surgimento de bactérias resistentes que não respondem mais ao tratamento com antibióticos. Esse fenômeno, chamado de resistência antimicrobiana, representa uma ameaça ao controle de doenças em todo o mundo e requer a atenção dos profissionais de saúde, incluindo os médicos-veterinários.

A contribuição da Medicina Veterinária

Segundo a Organização Mundial de Saúde Animal (OIE), é garantindo o uso responsável e prudente desses medicamentos em animais, de acordo com os padrões intergovernamentais que assegurem sua eficácia.

O médico-veterinário é o profissional responsável pela sanidade dos rebanhos econômicos de produção de proteína animal, como bovinos, suínos e aves, criados para alimentação humana. Por isso, devem ser profissionais bem orientados e supervisionados para que desempenhem de forma correta seu papel na luta contra a resistência antimicrobiana, protegendo a eficácia desses tratamentos vitais à saúde dos animais consumidos pelo homem.

Com esse caráter orientativo, no início de novembro a Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO) e a OMS, em parceria com a OIE, lançaram um Relatório Conjunto de Especialistas sobre Resistência Antimicrobiana Transmitida por Alimentos: Papel do Meio Ambiente, Culturas e Biocidas. (conteúdo em inglês)

Onde entra o CFMV

Para combater o uso indiscriminado de antibióticos, o Conselho Federal de Medicina Veterinária (CFMV) participa das ações do Plano Nacional de Prevenção e Controle da Resistência aos Antimicrobianos no âmbito da Agropecuária (PANBRAGRO), do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa).

O objetivo é conscientizar os médicos-veterinários; auxiliar na regulamentação do setor, especialmente do comércio de antibióticos, em parceria com as indústrias de medicamentos; e sensibilizar as entidades sobre a necessidade de elaborarem guias para o uso responsável de antimicrobianos.

“Vários países têm planos nesse sentido, que são iniciativas governamentais para tentar minimizar a resistência antimicrobiana em seus territórios”, explica o assessor da presidência do CFMV, o médico-veterinário Fernando Zacchi.

De olho nessa missão, nos dias 30 e 31 de outubro, o CFMV participou de oficina do Mapa para alinhar diretrizes visando a elaboração de protocolos de uso racional de antimicrobianos em animais.

“Foi uma oficina para estimular as entidades a criarem os seus guias”, diz Zacchi.

Entre as entidades presentes estavam a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), a Associação Nacional de Clínicos Veterinários de Pequenos Animais (Anclivepa), a Associação de Médicos Veterinários Especialistas em Suínos (Abraves), a Associação Brasileira de Médicos Veterinários de Equídeos (Abraveq), a Associação Brasileira dos Hospitais Veterinários (ABHV), a Academia Brasileira de Medicina Veterinária Intensiva e o Grupo Aliança, que reúne grandes associações e sindicatos de produção animal, como a Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA), o Sindicato Nacional da Indústria de Produtos para Saúde Animal (Sindan), o Sindicato Nacional da Indústria de Alimentação Animal (Sindirações), entre outras entidades.

Em parceria com os especialistas que prescrevem e administram os medicamentos, espera-se, por exemplo, saber o que a Anclivepa recomenda de procedimentos para controle e uso racional de antibióticos dentro da clínica.

“Um guia para orientar o médico-veterinário a não prescrever sem a real necessidade, que defina qual o primeiro medicamento de eleição para iniciar tratamento, evitando prescrever logo um antibiótico de lançamento para infecções que podem ser sanadas com medicamentos mais antigos”, exemplifica Zacchi.

Os guias também devem recomendar que não usem antibióticos para humanos na produção animal, evitando que a população indiretamente faça a ingestão por meio do frango, do suíno ou do leite que consomem, criando a resistência humana.

“Cabe ao médico-veterinário orientar sobre os cuidados naturais, respeitar o período de carência e evitar o uso indiscriminado em animais, principalmente os que vão para alimentação humana”, esclareceu.

O CFMV se comprometeu em enviar até meados de dezembro uma proposta de roteiro para os guias com um rol mínimo de informações que devem constar, baseado nas recomendações da OIE e dos protocolos internacionais de outras organizações de referência.

“No início do ano que vem haverá uma outra reunião com esses mesmos atores e ficamos de monitorar o andamento de construção desses guias”, afirmou.
(CFMV ) (Assessoria de Comunicação)
Imprimir esta notícia...
|
Deixe aqui sua opinião, insira seus comentários.
O espaço também é seu!

Segunda-Feira, 09/12
Sexta-Feira, 06/12
Frango: novembro se configurou como o período de retomada de preços (15:53)
Suínos: preços em alta em São Paulo (14:19)
CNA leva posicionamento do Agro para a COP-25 (14:10)
Clientes Ross beneficiam-se de evento compartilhando informações no Peru (09:03)
Soja sobe em Chicago nesta 6ª com notícia de nova liberação de cotas da China para os EUA (08:46)
China vai abrir mão de tarifas sobre alguns embarques de soja e carne suína dos EUA (08:44)
MAPA convoca 100 médicos veterinários aprovados em concurso (08:03)
Ministério assina contrato com o BID: US$ 200 milhões para a Defesa Agropecuária (08:01)
Frango: exportação para China bate recorde (06:34)
Frango: cotações mornas nesta quinta-feira (06:27)
Suínos: cotações seguem estáveis, mas valorização sobre carne bovina em novembro foi recorde (06:24)
Peste Suína/Ásia: FAO eleva para 7,659 milhões número de animais eliminados por doença (06:17)
Preços globais da carne bovina devem permanecer sustentados em 2020, reafirma o Rabobank (06:16)
Contratos futuros para o boi gordo encerram a 5ª feira próximo da estabilidade na B3 (06:14)
Boi Gordo: poucos negócios e preços caindo (06:13)
Milho encerra quinta-feira em baixa na Bolsa de Chicago (06:12)
Soja sobe em Chicago pela terceira sessão consecutiva (06:10)
Quinta-Feira, 05/12
Soja intensifica ganhos em Chicago e sobe nesta 5ª feira (15:46)
Embarques de carne suína aumentam 13,2% em novembro (15:11)
Suínos: competitividade da carne suína frente à de boi é a maior da série (11:39)
Boi: receita obtida com exportação é recorde (11:20)
Ricardo Santin será o novo presidente da ABPA (11:15)
Para CNA, não vai faltar produto e preços da carne vão se normalizar (09:44)
Goiás pode ampliar exportação de frango para o Chile (09:43)
Vendas de ovos disparam em Manaus (09:41)
Preços de alimentos no mundo sobem com impulso de carnes e óleos vegetais, diz FAO (09:33)
Líder, BRF tem capacidade ociosa para expandir produção no Brasil (09:28)
Produtor americano reduz ritmo de comercialização da soja a espera de melhores preços (08:56)
Soja segue trabalhando em alta em Chicago nesta 5ª feira (08:52)
CNA prevê aumento do valor da produção e do PIB do campo em 2020 (08:40)
Aviagen contrata novo Supervisor Regional de Vendas no Brasil (08:17)
Korin fornece frango caipira livres de transgênicos para o Carrefour no Estado de São Paulo e Brasília (08:12)
Frango: setores apresentaram leve queda ou estabilidade nesta 4ª feira (08:09)
Suínos: cotações mornas nesta 4ª feira (08:03)
JBS planeja investir R$ 8 bilhões no Brasil nos próximos 5 anos (08:00)
Boi Gordo: vendas da carne continuam sendo o entrave (07:49)
Boi Gordo: preços da arroba recuaram 2,1% em SP (07:48)
Milho tem leves baixas em Chicago nesta 4ª feira, mas preços se sustentam no Brasil (07:38)
Quarta-Feira, 04/12
Unidades da Aviagen no Brasil recebem certificação de compartimentação (14:07)
Presidente da ABPA fala sobre o mercado de suínos e aves a médio e longo prazo (12:49)
Boi: volume de negócios foi pequeno nos últimos dias no mercado físico em SP (11:23)
A expectativa é boa para as exportações de milho nessa reta final do ano (10:20)
Vetanco realiza treinamento para controle estratégico de Cascudinhos (08:51)
Agropecuária é o setor com maior alta do PIB no terceiro trimestre do ano (08:22)
Frango: após dois dias de cotações estáveis, mercado começa a reagir (08:20)
Suínos: mercado mostra melhora para os principais setores (08:15)
Após máximas, preço do boi recua 5% em dezembro com pressão de consumidores (08:14)
Exportação de carne bovina do Brasil deve manter ritmo de alta em 2020, diz Abrafrigo (08:13)
Vencimentos futuros para o boi gordo encerram 3ª feira abaixo dos R$ 200,00/@ na Bolsa Brasileira (08:08)
Tereza Cristina abre reunião da Câmara Setorial da Carne Bovina (08:06)
Milho: preços recuam na B3, mas sobem no interior do Brasil (08:05)
Soja recua até 2% no interior do Brasil com baixa do dólar e estabilidade em Chicago (08:00)
Grãos: cenário para preços se torna positivo para 2020 (07:56)
Terça-Feira, 03/12
Produção avícola sem uso de antibiótico ganha força no Nordeste (16:52)
Agroindústria contribui para estabilidade na população ocupada no agro (16:35)
Encontro de final de ano Programa Ovos RS apresenta novidades (14:51)
Milho abre a terça-feira com leves ganhos em Chicago mesmo após relatórios do USDA (14:31)
Soja: após 8 baixas consecutivas, mercado em Chicago sobe nesta 3ª feira (14:30)
Secex: exportação de carnes bovina, suína e de frango desacelera em novembro (09:38)
Venda de carne ao exterior cresce 28%, ajudada por epidemia na China (09:37)
Nas exportações em novembro, carne suína tem faturamento 46% maior em comparação a outubro (08:06)
Suínos: cotações estáveis marcam o começo de dezembro (08:03)
Frango: segunda-feira tem altas para frango vivo em algumas praças (08:03)
Milho registra pequenos ganhos em Chicago (08:01)
O mercado do boi gordo 'sossegou' (07:59)
Exportações brasileiras de milho fecham novembro com alta de 17,6% com relação ao ano passado (07:57)
Soja fecha em baixa na Bolsa de Chicago (07:55)