Domingo, 19 de Janeiro de 2020
Mercado

Contratos futuros para o boi gordo encerram a 5ª feira próximo da estabilidade na B3
Campinas, SP, 06 de Dezembro de 2019 - A redução de negócios no mercado físico está influenciando os contratos futuros para o boi gordo na Bolsa Brasileira (B3). Ontem, quinta-feira (05), os vencimentos finalizaram próximo da estabilidade com leves altas. O Dezembro/19 fechou estável e está cotado a R$ 200,60/@. No caso do Janeiro/20, alta foi de 0,79% e está precificado a R$ 197,00/@ e o Fevereiro/20 terminou negociado a R$ 194,00/% e com uma valorização de 1,04%.

No aplicativo AgroBrazil, o valor negociado para a arroba do boi gordo em Arealva/SP foi de R$ 210,00/@, à vista e com data para o abate em 17 de dezembro. Na região de Adamantina/SP, ocorreu negócio para o boi gordo de R$ 205,00/@, à vista com data para o abate em 11 de dezembro.

No estado do Mato Grosso do Sul, os participantes do aplicativo informaram negócio para o boi gordo em Campo Grande de R$ 190,00/@, à prazo com trinta dias para pagar e com data para o abate em 18 de dezembro. Já na localidade de Camapuã/MS, ocorreu negócios para o boi gordo de R$ 208,00/@, à prazo com trinta dias para pagar e com data para o abate em 16 de dezembro.

Das 32 praças pecuárias monitoradas pela Scot Consultoria, a cotação da arroba do boi gordo cedeu em 19 regiões. A queda foi de 3,9%. Os estados com as maiores desvalorizações foram Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, Pará, Goiás, Rondônia e Tocantins. “O mercado virou e tem buscado novos equilíbrios para a referência. Assim, a previsão é de que o fluxo de negócios melhore a partir da terça-feira da próxima semana”, informou a Scot.

Depois de formar escalas de abate até meados da próxima semana, a ponta compradora optou por sair dos negócios. “Há diversos casos de ausência de referência de preços diante do esvaziamento do mercado. As indicações de compra estão cedendo, visto que a maior parte das indústrias frigoríficas passaram a realizar aquisições pontuais, apenas para manter minimamente as operações de suas plantas para etapa final do ano”, destacou a Informa Economics FNP.

A consultoria Agrifatto apontou que o reflexo da diminuição das negociações já pode ser visto no indicador Esalq/B3, que recuou 1,34% na quarta-feira (04/dez), fechando em R$ 216,50/@ - baixa acumulada de 6,27% nos últimos 7 dias. Em um levantamento realizado pelo Cepea (Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada), ressaltou que os patamares alcançados pela carne bovina podem ter desaquecido o consumo interno, que recorreu para proteínas mais baratas, como é o caso da carne de aves e suínos.

No estado de Goiás, as indústrias frigoríficas reduziram o valor ofertado pela a arroba em R$ 10,00 a R$ 15,00. “Na semana passada, alguns frigoríficos pagaram R$ 230,00/@ do boi. Só que nesta semana ofertaram preços ao redor de R$ 215,00/@, mas não estão conseguindo fechar negócios”, comentou do pecuarista da região de Goiânia, Renato Esperidião.
(Notícias Agrícolas) (Andressa Simão)
Imprimir esta notícia...
|
Deixe aqui sua opinião, insira seus comentários.
O espaço também é seu!

Domingo, 19/01
Sexta-Feira, 17/01
Negócios no mercado físico do milho estão menos travados (14:40)
Boi Gordo: semana foi marcada pela pressão de baixa da indústria (14:34)
Efeito de acordo EUA-China no Brasil para aves e suínos é limitado (14:32)
Perspectiva de crescimento para mercado de aves e suínos em 2020 (14:28)
Rabobank: perspectivas do Agronegócio no Brasil em 2020 (14:27)
Granja Pinheiros recebe equipe da Vetanco (13:00)
Pecuária e grãos impulsionam IPPA/Cepea no quarto trimestre de 2019 (12:28)
Milho sobe em Chicago após acordo EUA-México-Canadá (12:24)
Comércio Brasil-Irã não deve diminuir com crise com EUA, diz professor da FGV (12:18)
Demanda firme reduz impacto de acordo EUA-China para frango e suíno do Brasil (12:16)
Produção de carne suína da China registra queda em 2019 (10:15)
Carne bovina sem osso caiu 1,1% nesta semana no atacado (08:50)
Soja opera com leves baixas e estabilidade em Chicago nesta 6ª feira (08:48)
Energia elétrica: suspenso o recadastramento das propriedades rurais (08:08)
Frango: volume de exportação em dezembro é o maior de 2019 (07:25)
Imea aponta que milho vai continuar em alta durante 2020 (06:58)
Frango: mercado em busca de ajustes (06:50)
Suínos: demanda fraca mantém lentidão nas cotações (06:42)
Pressão continua no mercado do boi gordo (06:40)
Boi: frigoríficos seguem afastados das compras (06:39)
Exportações de carne surpreendem neste início de ano (06:31)
Milho despenca em Chicago com dúvidas sobre compras da China (06:30)
Soja: Chicago tem novo dia de baixas nesta 5ª feira (06:25)
Quinta-Feira, 16/01
Agropecuária do MS gera empregos acima da média nacional (12:30)
Milho está na lista de compras chinesas de produtos agropecuários norte-americanos (10:41)
Boi Gordo: escalas de abate estão nos menores níveis dos últimos meses (10:38)
No Brasil, impacto do acordo entre China e EUA deve ser limitado (10:29)
Estiagem provoca perdas na agricultura e morte de aves em aviários em Marau, RS (10:24)
Acordo EUA-China estabelece regras para cotas tarifárias de produtos agrícolas (10:23)
Incentivo acarreta crescimento expressivo da avicultura em Barão de Cotegipe (RS) (10:21)
Milho: quinta-feira começa com perdas em Chicago (09:26)
Suínos: demanda se enfraquece e preços do vivo e da carne recuam (07:28)
Boi: setor aumenta investimento e produtividade é a maior da história (07:27)
Frango: mercado sem muitas movimentações nesta quarta-feira (07:23)
Demanda ruim dita rumo do mercado do boi (07:21)
Suínos: mercado em busca de ajustes (07:20)
Milho encerra a quarta-feira com baixas em Chicago (07:19)
Soja: preços seguem estáveis no Brasil (07:17)
ABPA apresenta trabalho setorial para a sustentabilidade durante o GFFA 2020 (07:10)
Quarta-Feira, 15/01
Avicultura deve continuar recuperando preços no começo de 2020 (14:32)
Preços dos ovos recuam 7,3% na semana puxados pelas carnes, afirma Cepea (12:32)
Valores futuros de carne suína se recuperam em Chicago (10:21)
Segundo caso de gripe aviária H5N8 é encontrado na Hungria em uma semana (10:20)
Florianópolis (SC) sedia, em setembro, a 13ª edição do Simpósio da ACAV (09:57)
São Paulo envia o primeiro lote de frango para China (09:52)
VBP do campo caminha para bater novo recorde (09:50)
Milho: fluxo de negócios ainda é tímido (09:26)
Boi Gordo: pressão baixista da indústria prosseguiu nesta semana em SP (09:20)
Custos de produção de suínos e de frangos de corte acumulam altas em 2019 (08:33)
Perdigão e Sesc alcançam o marco de 1 milhão de aves natalinas doadas em quatro anos de parceria (08:27)
Valor da Produção Agropecuária de 2019 atinge recorde de R$ 630,9 bilhões (08:23)
Frango: movimentações no mercado seguem em ritmo lento (08:08)
Santa Catarina tem o melhor desempenho da história na exportação de carnes em 2019 (08:06)
Suínos: terça-feira de quedas no mercado (08:06)
Milho encerra a terça-feira estável em Chicago (08:05)
Seca agrava escassez do milho em SC (08:01)
Boi: cotação da arroba registra queda 1,5% em SP (08:00)
Soja: mercado de lado e sem grandes mudanças em Chicago (07:55)
Pressão sobre a cotação da arroba do boi gordo (07:50)
Terça-Feira, 14/01
Preços das carnes devem determinar ritmo de comercialização de ovos em 2020 (11:03)
Demandas interna e externa aquecidas devem manter preços firmes para o frango em 2020 (11:02)
Perspectivas boi: oferta restrita e demanda firme podem seguir sustentando preços em 2020 (10:57)
Soja: preços continuam sem força na Bolsa de Chicago (10:07)
Demanda chinesa por pé de frango valoriza exportações da Zanchetta (10:04)
Consumo de carne bovina cai ao menor nível da década na Argentina (10:01)
Périplo internacional: Ministra viaja em busca de acordos (10:00)
Frango: movimento no mercado seguiu lento nesta segunda-feira (08:07)
Cotação da arroba do boi gordo cai no Centro-Oeste e em São Paulo (08:04)
Boi: mercado futuro finaliza com pequenos ganhos nesta 2ª feira na B3 (08:01)
Ritmo de embarque de carne bovina registra bom desempenho nos primeiros dias úteis de janeiro (08:00)
Milho se valoriza em Chicago nesta 2ª feira (07:59)
Suínos: mercado continua expressando quedas nas cotações (07:50)
Exportações brasileiras de milho em janeiro estão 45% menores do que mesmo mês de 2019 (07:50)
Baixa demanda pela soja americana tira sustentação de preços em Chicago (07:46)
Preços da soja devem subir mais nas próximas semanas, prevê Fitch Solutions (07:45)