Sábado, 26 de Maio de 2018
Mercado

Pintainhas de Postura comercial tem crescimento expressivo em 2017
Campinas, 17 de Abril de 2018 - Dados fornecidos pela Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA) e outros colhidos no mercado indicaram forte crescimento no plantel de pintainhas comerciais alojadas no ano passado.

O volume superou os 105 milhões de cabeças - 80,45% delas para produção de ovos brancos - e representou crescimento anual de 13,8%.

O índice de aumento verificado em 2017 é expressivo diante de um cenário interno que ainda não dá sinais de revitalização. E a recuperação do mercado externo ainda é pequena para contribuir com o equilíbrio ao mercado.

Com isso, os produtores de ovos terão que acompanhar a evolução do mercado e fazer ajustes necessários para diminuir os efeitos negativos de um plantel excessivo. Pois, por outro lado, o custo de produção continua subindo devido ao aumento nos preços do milho e farelo de soja.


(AviSite) (Redação)
Imprimir esta notícia...Enviar esta notícia...
|
Deixe aqui sua opinião insira seus comentários.
O espaço também é seu!

Sábado, 26/05
Sexta-Feira, 25/05
Entidades protetoras dos animais: onde estão? (08:28)
Ovos: mercado praticamente paralisado (08:00)
Quinta-Feira, 24/05
Efeitos da greve no setor produtor de pintos de corte (14:38)
AVIMIG alerta para o colapso causado pela greve dos caminhoneiros (09:45)
Ovos: produto acumula na granja por dificuldade no escoamento (09:25)
Quarta-Feira, 23/05
Ovos: paralisação começa a afetar e preocupar a atividade (08:00)
Produtor de ovos tem a pior relação do último sexênio (08:00)
Terça-Feira, 22/05
MAPA amplia prazo de manifestação sobre Consulta Pública (10:58)
Ovos: mercado calmo e preços estáveis na abertura da semana (08:00)



Últimos Clippings
Greve dos caminhoneiros: quando um direito vira chantagem
Evento Avicultor 2018 está de casa nova
Temer sobe o tom e anuncia uso das forças federais para desbloquear estradas
ACAV abre inscrições para o 12º Simpósio Técnico de Incubação, Matrizes de Corte e Nutrição
ABPA alerta sobre risco de falta de ração nas granjas

Nossos Parceiros
AgroceresMSD