Quarta-feira, 21 de Agosto de 2019
Revista do AviSite

O mercado em destaque
Campinas, SP, 09 de Maio de 2019 - A edição de Maio da Revista do AviSite traz os principais destaques de mercado para o setor avícola. Afinal, como o setor tem se ‘comportado’?

Segundo os analistas da Mundo Agro Editora, em abril o frango vivo redimiu-se de todos os maus momentos acumulados desde 2016 e agravados pelas ocorrências policiais de 2017 e 2018: alcançou, nominalmente, a melhor cotação de todos os tempos, completou o segundo mês consecutivo de mercado absolutamente firme e – o mais surpreendente – registrou esse bom desempenho em plena Quaresma, período normalmente caracterizado por sensíveis baixas.

Eles apontam que depois de iniciar abril cotado a R$3,40/kg, em pouco mais de 10 dias o frango vivo negociado no interior de São Paulo obteve quatro reajustes de cinco centavos cada. Chegou, pois, ao valor recorde de R$3,60/kg, cotação que permaneceu inalterada por toda a segunda quinzena do mês. Com isso alcançou, em abril, preço médio de R$3,55/kg, valor que representou incremento de quase 10% sobre o mês anterior e de mais de 60% sobre abril de 2018

Índice tão elevado, porém, resulta apenas dos baixos preços enfrentados um ano atrás, ocasião em que a cotação do frango vivo retrocedeu aos menores valores da corrente década.
Relativo à produção de pintos de corte, os dados mensais da APINCO apontam que em fevereiro passado foram produzidos no País perto de 507 milhões de pintos de corte, volume cerca de 4,5% superior ao registrado no mesmo mês de 2018. Comparativamente ao produzido no mês anterior, janeiro/19, o volume registrado apresentou redução de, praticamente, 9%. Mas essa redução foi apenas aparente, pois fevereiro é mês mais curto, de 28 dias. E isso considerado, a produção efetiva foi quase 1% superior à do mês anterior.

O total produzido no primeiro bimestre alcançou 1,062 bilhão de cabeças, significando avanço de 2% em relação ao mesmo período do ano passado. Se o índice apontado for atingido no decorrer deste ano, o volume produzido poderia chegar a 6,193 bilhões de cabeças.
E sobre exportação de carne de frango, os dados consolidados da SECEX/MDIC englobando os quatro itens de carne de frango exportados pelo Brasil – inteiros, cortes, industrializados e carne salgada – apontam que em março passado foi registrado o melhor resultado do ano, cerca de 334,8 mil toneladas, equivalendo a 8% de aumento sobre o mês anterior. Mesmo assim, os embarques voltaram a registrar queda (de, praticamente 9%) em relação ao mesmo mês do ano passado.

O volume acumulado no primeiro trimestre alcança 919 mil toneladas e representa queda de 7,7% sobre o embarcado no mesmo período de 2018. Aliás, é o segundo menor dos últimos cinco anos, superando por pequena diferença (menos de 1%) as 910 mil toneladas do primeiro trimestre de 2015. Em relação ao recorde de 2017 (1,055 milhão de toneladas) o volume atual é 13% inferior.

E tem muito mais! Artigos técnicos e destaques empresariais também fazem parte desta edição, com uma cobertura do Simpósio Brasil Sul de Avicultura. Em sua 20ª edição, o encontro foi marcado por homenagens e por um grande avanço do setor avícola.

Boa leitura!!!

(AviSite) (Redação)
Imprimir esta notícia...Enviar esta notícia...
|
Deixe aqui sua opinião insira seus comentários.
O espaço também é seu!

Quarta-Feira, 21/08
Ovos: demanda abaixo do normal e preços em queda (07:41)
Terça-Feira, 20/08
Ovos: preço médio em 2019 supera o do ano passado (07:23)
Pintainhas de Postura Comercial: queda de 3% no primeiro semestre (07:20)
Segunda-Feira, 19/08
Desempenho do ovo, na granja, na 33ª semana de 2019 (08:00)
Sexta-Feira, 16/08
Ovos: mercado segue em ritmo lento e sem perspectivas (07:23)
Quinta-Feira, 15/08
Ovos: preços permanecem inalterados (07:41)
Ovos: relação de preço entre granja e varejo piorou em julho (07:22)



Últimos Clippings
32ª Reunião Anual CBNA: Congresso sobre Nutrição e Bem-Estar Animal - Aves, Suínos e Bovinos encerra inscrições de trabalhos científicos dia 12 de setembro
Perspectiva da Conab prevê aumento de 3,6% na produção dos quatro principais grãos do país até 2020
Sindiavipar e Mapa promoverão encontro com agroindústrias
Vetanco Brasil recertificada na ISO 9001:2015
NOTA DE FALECIMENTO: morre José Augusto Pessamilio

Nossos Parceiros
vaccinarAgroceres
Orffaseifun
MSD