Sexta-feira, 22 de Novembro de 2019
Mercado

Ovos: demanda não foi a esperada no início da semana
Campinas, 11 de Julho de 2019 - Diferente do que o mercado esperava, o consumo de ovos não foi tão incisivo neste último fim de semana a ponto de proporcionar uma reposição mais efetiva por parte dos comerciantes. Com isso, as cotações de ovos brancos e vermelhos se mantiveram inalteradas nos dois primeiros dias da semana.

Porém, o cenário é de ajustamento na base produtiva e, nesse sentido, se houver crescimento na demanda pós-feriado paulista, os avicultores podem pressionar por ajustes. Foi o que aconteceu no ano passado quando alcançaram os dois únicos reajustes do mês exatamente nesse período.

Por ora, o preço médio diário da caixa de ovos brancos e vermelhos no atacado de São Paulo, embora superior ao praticado no mesmo período do ano passado, é inferior ao recebido no mesmo dia de junho último.




Lançamento Ceva e Mundo Agro: E-book “Epidemiologia e profilaxia da laringotraqueíte infecciosa das aves – História Natural da Doença”.

CLIQUE E ACESSE GRATUITAMENTE!

(AviSite) (Redação)
Imprimir esta notícia...Enviar esta notícia...
|
Deixe aqui sua opinião insira seus comentários.
O espaço também é seu!

Sexta-Feira, 22/11
Quinta-Feira, 21/11
Ovos: passados dois terços do mês preços permanecem inalterados (08:00)
Produção de ovos de consumo nos EUA (07:59)
Quarta-Feira, 20/11
Terça-Feira, 19/11
Ovos: preço se mantém inalterado nos últimos 31 dias (08:01)
Segunda-Feira, 18/11
Produção brasileira de ovos aumenta mais de 50% em menos de uma década (07:48)
Desempenho do ovo, na granja, na 46ª semana de 2019 (07:45)



Últimos Clippings
Milho se valoriza em Chicago suportado por vendas técnicas nesta 5ª feira
Soja mantém estabilidade em Chicago nesta 5ª feira
Custos de produção de suínos e de frangos de corte atingem o maior valor do ano em R$/kg vivo em outubro
Suínos: poder de compra do suinocultor registra 3º mês consecutivo de alta
Boi: na parcial do mês, alta do indicador chega a 19%

Nossos Parceiros
MaxFilmAgroceres
MSDOrffa
seifunvaccinar