Revista do AviSite
Revista do Ovo
Notícias
Clippings
Informativo Semanal
AviGuia
AviSite
Trabalhos Técnicos
Legislação
Busca Avançada
Cadastre-se
Contato
Anuncie
Patrocinadores
Quarta-feira, 23/09/2020
Siga-nos:
Trabalhos Técnicos
CIÊNCIA & TECNOLOGIA - Trabalhos Técnicos

Sanidade

Tempo de penetração da salmonella heidelberg através da casca de ovos comerciais brancos e vermelhos

Autores: Fernanda Raghiante1; Ticiana Silva Rocha2; Daise Aparecida Rossi e Paulo Lourenço Silva3 1- DVM, Universidade Federal de Uberlândia, MG. 2 - Estudante de Pós-Graduação em Patologia Aviária na Universidade Estadual Paulista, Campus Botucatu, SP. 3 - Professores da Faculdade de Medicina Veterinária da Universidade Federal de Uberlândia, MG. Resumo O presente estudo tem como objetivo determinar o tempo mínimo para a penetração da Salmonella Heidelberg no interior do ovo depois do contato com material contaminado. Ovos brancos e vermelhos recém coletados de poedeiras, em granjas comerciais, foram artificialmente contaminados por contato com maravalha com líquido inóculo de Salmonella Heidelberg em estágio de crescimento de 103-104 CFU g-1. De acordo com o tipo (branco ou vermelho), os ovos foram distribuídos em três diferentes grupos com quatro repetições cada: o Grupo de Controle Negativo (sem contaminação artificial), o Grupo de Controle Positivo (analisados externamente após a contaminação e internamente depois do período máximo de armazenamento do Grupo de Teste) e Grupo de Teste. Os ovos foram armazenados em temperatura ambiente variável de 25°C a 30°C. No Grupo de Teste, os elementos internos do ovo (gema e albúmen) foram misturados e analisados depois de 1h:00, 1h:30min, 2h:00, 2h:30min, 3h:00, 3h:30min, e 4h:00 após a contaminação de Salmonella Heidelberg em 25g dessa amostra. O experimento foi realizado em cinco ovos em cada teste. O protocolo de análise incluiu pré-enriquecimento, enriquecimento seletivo, plaqueamento em ágar selecionado, e testes sorológicos e bioquímicos. Os dados coletados foram submetidos à regressão logística e os resultados indicaram a presença de Salmonella Heidelberg 2h:16min depois do contágio em ovos brancos e 2h:44min em ovos vermelhos. Para ver o trabalho clique aqui.


Sanidade

























































































































Ir para a página:  1   2   Próxima >>

CATEGORIAS

Administração, Economia, Planejamento e Política Avícola (7)

Alternativa (1)

Ambiência (8)

Equipamentos (3)

Estrutiocultura (2)

Manejo / Incubação (22)

Nutrição (28)

Outras Áreas (16)

Perspectivas para 2012 (1)

Ponto Final (1)

Produção (6)

Sanidade (47)

Saúde (1)

REVISTA ONLINE

Clique acima para acessar o leitor digital ou abaixo para Download do PDF