Revista do AviSite
Revista do Ovo
Notícias
Informativo Semanal
AviGuia
AviSite
Trabalhos Técnicos
Legislação
Busca Avançada
Cadastre-se
Contato
Anuncie
Patrocinadores
Segunda-feira, 30/11/2020
Siga-nos:
Notícias Informativo Semanal
NOTÍCIAS
Exportação de carne suína passa dos 70% da receita e volume embarcado em nov/19




Campinas, SP, 17/11/2020

Segundo especialista, a chance de novembro chegar próximo ao recorde de exportação registrado em maio deste ano não está descartada, com possibilidade de bater as 90 mil toneladas.

De acordo com informações da Secretaria de Comércio Exterior (Camex) do Governo Federal, divulgadas nesta segunda-feira (16), as exportações de carne suína já atingiram mais de 70% em receita e volume embarcado no comparativo com novembro do ano passado. Apesar disso, na segunda semana de novembro, houve uma desaceleração frente à primeira semana do mês.

De acordo com o analista de mercado da Agrifatto Consultoria, Yago Travagini, as compras externas da carne suína têm seguido a mesma tendência da bovina, respaldadas pelo apetite chinês.

"Na primeira semana do mês houve um dia útil a menos, portanto nesta semana, os resultados estão mais distribuídos ao longo dos dias, menos concentrados como foi na primeira semana", explicou.

A receita obtida com as exportações de carne suína nos primeiros nove dias úteis de novembro, US$ 102.731,705, representam 74,3% do total obtido em todo o mês de novembro de 2019. No caso do volume embarcado, as 41.106,005 toneladas equivalem a 71,5% do total exportado em novembro do ano passado.

O faturamento por média diária foi de US$ 11.414,633, quantia 64,31% maior do que novembro do ano passado. Entretanto, houve desaceleração em relação à primeira semana de novembro, queda de 18,9%.

No caso das toneladas por média diária, na segunda semana de novembro foram 4.567,333, avanço de 58,72% no comparativo com o mesmo mês do ano passado. Apesar disso, frente à primeira semana de novembro deste ano, houve uma diminuição de 17%.

Já o preço pago por tonelada, US$ 2.499,189 nos primeiros nove dias do mês, é 3,90% maior do que o praticado em novembro de 2019. Em comparação à semana anterior, o preço caiu 2,1%.

Para Travagini, é preciso observar como será o andamento das exportações da proteína sunícola na segunda quinzena deste mês, mas a possibilidade de chegar às 90 mil toneladas embarcadas, montante próximo ao recorde atingido em maio deste ano (90,7 mil toneladas) não está descartada.


Fonte: Notícias Agrícolas
Autor: Letícia Guimarães




COMENTÁRIOS



NOTÍCIAS RELACIONADAS

ÚLTIMAS NOTÍCIAS












NOTÍCIAS MAIS LIDAS
5 dias
30 dias
NOSSOS PARCEIROS
REVISTA ONLINE

Clique acima para acessar o leitor digital ou abaixo para Download do PDF