Revista do AviSite
Revista do Ovo
Notícias
Informativo Semanal
AviGuia
AviSite
Trabalhos Técnicos
Legislação
Busca Avançada
Cadastre-se
Contato
Anuncie
Patrocinadores
Domingo,
Siga-nos:
Notícias Informativo Semanal
NOTÍCIAS
FGV prevê avanço das agroindústrias em 2021




São Paulo, 18/02/2021

Puxado pelos segmentos de fumo, têxteis, borracha e insumos, o Índice de Produção Agroindustrial Brasileira (PIMAgro) calculado pelo Centro de Estudos em Agronegócios da Fundação Getulio Vargas (FGV Agro) registrou aumento expressivo em dezembro e, com isso, a variação acumulada negativa de 2020, determinada por fortes quedas nos primeiros meses de pandemia, ficou limitada a 1,1%. Para 2021, a expectativa é de alta de 5%.

“Uma retração dessa magnitude, em um ano tão atípico como foi 2020, pode ser considerada uma boa notícia. E a agroindústria, de forma geral, iniciou 2021 em trajetória de recuperação, uma vez que nos últimos seis meses do ano passado registrou taxas interanuais de crescimento positivas”, informou o FGV Agro. O PIMAgro é baseado em dados da Pesquisa Industrial Mensal (PIM-PF) do IBGE e nas variações do Índice de Atividade Econômica do Banco Central (IBC-BR), da taxa de câmbio e do Índice de confiança do Empresário da Indústria de Transformação (ICI) da FGV.

Em dezembro passado, graças aos avanços observados nas áreas de fumo (48,3%), têxteis (20%), borracha (18,7%) e insumos (14,5%), os produtos não-alimentícios que compõem o indicador subiram 13% ante o mesmo mês de 2019 e determinaram a alta de 5,3% do PIMAgro. No grupo formado por alimentos e bebidas, houve queda de 0,7%, definida pela retração de 1,7% dos alimentos - na área de bebidas houve uma variação positiva de 2,4%.

Para o aumento da ordem de 5% previsto para 2021, o FGV Agro estima que haverá incrementos tanto para o grupo de produtos não-alimentícios (7%) quanto na área de alimentos e bebidas (3,1%). Mas isso se o controle da pandemia for “razoavelmente efetivo ao longo do ano” e se não ocorrer nenhum evento político “severamente adverso”.

O centro também trabalha com um cenário de alta do Produto Interno Bruto (PIB) do país, manutenção da confiança do empresário industrial no patamar de dezembro, exportações aquecidas de alimentos e bebidas e aumento das importações de produtos não-alimentícios.

Valor Econômico – Fernando Lopes


Fonte: AviSite
Autor: Redação




COMENTÁRIOS



NOTÍCIAS RELACIONADAS

ÚLTIMAS NOTÍCIAS












NOTÍCIAS MAIS LIDAS
5 dias
30 dias
NOSSOS PARCEIROS
REVISTA ONLINE

Clique acima para acessar o leitor digital ou abaixo para Download do PDF