Segunda-feira, 12 de Novembro de 2018
Mercado

OVOS: mercado segue vulnerável pelos excessos existentes
Campinas, 16 de Outubro de 2018 - Ontem, segunda, o mercado permaneceu vulnerável devido ao desequilíbrio entre oferta e procura. Mesmo assim, os preços de referência dos ovos brancos e vermelhos permaneceram inalterados: a caixa de ovos brancos variando entre o mínimo de R$49,00 e o máximo de R$51,00 e a de ovos vermelhos de R$49,00 a R$53,00.

Segundo a Jox Assessoria Agropecuária a produção é alta para as necessidades atuais dos compradores. E mesmo as ações constantes no varejo para dar maior vazão às mercadorias surtem o efeito desejado, pois é sensível a perda da capacidade aquisitiva do consumidor.

Assim, mesmo com os produtores de ovos obtendo na comercialização do seu produto um valor abaixo do custo de produção, os negócios devem seguir pressionados e sujeitos a novas baixas nos preços praticados.
(AviSite) (Redação)
Imprimir esta notícia...Enviar esta notícia...
|
Deixe aqui sua opinião insira seus comentários.
O espaço também é seu!

Segunda-Feira, 12/11
Ovos: expressivo aumento no encerramento da semana (06:28)
Preço médio semanal da caixa de ovos brancos (06:11)
Sexta-Feira, 09/11
Frango, ovo, milho e inflação em outubro de 2018 (07:03)
Ovos: mercado firme favorece novo aumento aos produtores (06:37)
Quinta-Feira, 08/11
Ovos: evolução diária atual é bem superior ao ano passado (06:18)
Ovos: mercado mais ajustado favorece novo aumento (06:09)
Quarta-Feira, 07/11
Ovos: leve reajuste nos ovos brancos; vermelhos sobem mais (06:41)
Terça-Feira, 06/11
Poder de compra do Produtor de ovos piora ainda mais em outubro (07:14)
Ovos: em mercado controverso, Produtores de ovos obtiveram novo reajuste (06:23)



Últimos Clippings
Diretório Acadêmico de Medicina Veterinária da IMED homenageia Francisco Sérgio Turra
MILHO/CEPEA: depois de cair por quase três meses, preço sobe em algumas regiões
SOJA/CEPEA: demanda internacional incerta reduz prêmio no Brasil e valores recuam
Languiru e Dália Alimentos assinam acordo de intenções
'Futuro governo não pode fechar portas para o agronegócio'

Nossos Parceiros
AgroceresMSD